Acompanhe:

COP28: Plataforma Onda Verde quer conectar empresas com fornecedores de soluções de baixo carbono

Plataforma Onda Verde (POV) foi lançada durante "Transição no Sul Global: Construindo uma Economia Net Zero", evento promovido pelo Pacto Global da ONU no Brasil na COP28 em Dubai, nesta sexta-feira

Modo escuro

Continua após a publicidade
Ricardo Gravina, sócio fundador da Climate Ventures em evento do Pacto Global da ONU no Brasil, em Dubai (Leandro Fonseca/Exame)

Ricardo Gravina, sócio fundador da Climate Ventures em evento do Pacto Global da ONU no Brasil, em Dubai (Leandro Fonseca/Exame)

De Dubai*

A falta de regras claras e de contabilização no mercado de créditos de carbono incentiva o lançamento da Plataforma Onda Verde (POV) durante side event Transição no Sul Global: Construindo uma Economia Net Zero, promovido pelo Pacto Global da ONU no Brasil na COP28 em Dubai, nesta sexta-feira, 8.

"A plataforma Onda Verde está sendo pensanda desde a COP26, que ocorreu há dois anos, em Glasgow. Ali começamos o processo de desenho do que lançamos agora com o objetivo de trabalhar a conexão estratégica e mapear o maior número de stakeholders, os dividindo por nível de maturidade, setor, ODS e geografia", disse Ricardo Gravina, fundador do instituto Climate Ventures.

Com versões em português, inglês e espanhol, a POV tem como objetivo ser a maior curadoria de atores ofertando e demandando soluções de descarbonização da América Latina, incluindo startups, ONGs, grandes empresas, investidores e governo.

Além de reunir e organizar dados, a POV vai contribuir para a aceleração de conexões mais assertivos entre demandantes e ofertantes, organizando rodadas de negócios e concentrando tendências de mercado que servirão como um termômetro da economia verde no Brasil.

Histórico da Onda Verde

Em julho de 2023, o Pacto Global da ONU no Brasil, a Climate Ventures e a Future Carbon firmaram uma parceria para somar esforços de modo que a Onda Verde se torne o maior banco de soluções de baixo carbono da América Latina. Em agosto foi aberto o pré-cadastro na POV, que resultou em novos 493 integrantes, entre startups, grandes empresas, ONGs e demais atores.

Os setores-chave de maior concentração de entrantes foram: Florestas e Uso do Solo; Indústria; Gestão de Resíduos e Agropecuária, e Sistemas Alimentares, perfazendo juntos 55% do total. Atualmente a Plataforma conta com 850 organizações cadastradas e com estrutura para atender iniciativas de diferentes partes do mundo. A meta é alcançar 5 mil participantes até 2025.

“Não há como se falar de solução da crise climática sem colocar o Net Zero como uma das pautas centrais. Precisamos encarar e cumprir as metas robustas e baseadas na ciência. A Plataforma Onda Verde vem para facilitar o caminho de encontro entre quem oferece e quem precisa de uma solução. É urgente facilitarmos a ação”, comenta Carlo Pereira, CEO do Pacto Global da ONU no Brasil.

Para a realização dos encontros entre contratantes, contratados, governos e investidores, a Plataforma utiliza algoritmos de ‘matchmaking’. Construídos com técnicas de ‘machine learning’, será possível dar escala à inteligência conectiva desenvolvida pela Climate Ventures.

A POV é a ferramenta oficial de soluções de baixo carbono do Movimento Ambição Net Zero, lançado há pouco mais de um ano, dentro da estratégia Ambição 2030 do Pacto Global da ONU no Brasil. O Movimento é um chamado para que as empresas se comprometam em estabelecer metas robustas com base na ciência para reduzir as emissões de gases de efeito estufa – e com isso garantir que trabalhem com a urgência e a ambição necessárias para a transformação que o planeta precisa.

Net Zero

O Ambição Net Zero pretende colaborar com para a redução de 2 Giga toneladas de CO2e em emissões acumuladas e tem como empresas embaixadoras a Future Carbon, Ambipar e Eletrobras.

“O caminho para o Net Zero é um desafio para todos os setores da economia. Todos precisarão buscar soluções e mudar os seus negócios. A plataforma Onda Verde vem exatamente para preencher a lacuna de soluções de baixo carbono para que as empresas possam reduzir suas emissões e, consequentemente, cumprir as suas metas. Poder ter em uma única plataforma as ofertas relacionadas a baixo carbono e demanda de quem precisa da tecnologia é uma solução para um grande gargalo de mercado. Estamos felizes de sermos embaixadores da plataforma”, diz Laura Albuquerque, head de soluções da Future Carbon Group.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Insegurança alimentar atinge 43% dos brasileiros; leis podem contribuir para o cenário, diz Harvard
ESG

Insegurança alimentar atinge 43% dos brasileiros; leis podem contribuir para o cenário, diz Harvard

Há 9 horas

EXAME abre inscrições para o Melhores do ESG 2024
ESG

EXAME abre inscrições para o Melhores do ESG 2024

Há 14 horas

Casa dos Ventos entra em energia solar e anuncia mais R$ 4 bilhões até 2026
ESG

Casa dos Ventos entra em energia solar e anuncia mais R$ 4 bilhões até 2026

Há um dia

Energia solar chega a 17% da potência instalada no Brasil
ESG

Energia solar chega a 17% da potência instalada no Brasil

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais