Acompanhe:

iFood patrocina a formação de 950 entregadores no Ensino Médio e tem plano para ampliar programa

Ao todo, já foram mais de 5 mil entregadores do iFood que receberam bolsas de estudos de 100% para o curso preparatório do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja)

Modo escuro

Continua após a publicidade
iFood: programa de apoio à educação auxilia entregadores na conclusão do Ensino Fundamental e Ensino Médio (iFood/Reprodução)

iFood: programa de apoio à educação auxilia entregadores na conclusão do Ensino Fundamental e Ensino Médio (iFood/Reprodução)

F
Fernanda Bastos

Publicado em 18 de janeiro de 2023 às, 06h00.

Última atualização em 18 de janeiro de 2023 às, 09h41.

Um levantamento do iFood apontou que cerca de 28% dos entregadores da plataforma não concluíram o ensino médio. A informação confirma o contexto de falta de acesso à educação no Brasil. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais da metade da população brasileira acima dos 25 anos não concluiu o ensino médio, totalizando 69,5 milhões de pessoas. Para auxiliar no processo educacional, a companhia, em parceria com a Descomplica e com a Termine Seus Estudos, apoiou a formação de 950 entregadores pelo programa Meu Diploma de Ensino Médio.

“O iFood acredita que educação e tecnologia são as principais alavancas para a transformação social do país e que, a partir de incentivos à educação básica, é possível promover acesso, gerar mais oportunidades e impactar positivamente a vida dos brasileiros. Investimos em iniciativas que vão desde o despertar do interesse nos estudos até a formação do profissional em cursos da área de tecnologia", diz Gustavo Vitti, vice-presidente de pessoas e sustentabilidade do iFood.

Foram mais de 5 mil entregadores que receberam bolsas de estudos de 100% para o curso preparatório do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) de 2022. A aprovação garantiu à primeira turma da iniciativa a emissão do certificado de conclusão do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Os entregadores que não conseguiram realizar essa edição da prova estão com bolsa para fazer a próxima prova do Encceja. Mas, o iFood já tem planos para a próxima edição do programa, e as inscrições para a segunda edição abrirão em março.

"Parei de estudar com 15 anos por ter engravidado cedo. Por conta disso, não consegui retomar meus estudos. Resolvi vir de Pernambuco para São Paulo para tentar novas oportunidades, passei a vender bolo na rua e a trabalhar como entregadora no IFood. Recebi uma mensagem pelo aplicativo sobre a bolsa para fazer o curso preparatório e a possibilidade de concluir o Ensino Médio. Iniciei o curso pela comodidade, por ter três filhos para cuidar. Prestei a prova, passei e agora estou aqui, nesta primeira formatura do iFood!", disse Kerolany Lourenço, estudante e entregadora do iFood.

A formatura da primeira turma aconteceu no dia 17 de janeiro no estúdio iFood, em Osasco, com exibição ao vivo e online para os participantes. Além disso, os recém-formados podem contar com 380 bolsas de estudos integrais com descontos de até 100% em cursos universitários por meio de parceria com a Faculdade das Américas e bolsas em tecnologia na plataforma Potência Tech, do iFood.

Saiba mais Os desafios e as tendências de diversidade para 2023

Iniciativas em educação

Além de assumir compromissos públicos com relação à educação, o iFood tem três projetos para incentivar a formação básica, formar e empregar pessoas de baixa renda na área de tecnologia e capacitar brasileiros em empreendedorismo.

O primeiro é o iFood Decola, que é uma plataforma que apoia o entregador e ajuda no controle de renda com programas de capacitação. O segundo é o Movimento Tech, uma parceria do iFood com a XP e outras empresas para arrecadar R$ 100 milhões até 2025 em projetos de aceleração de capacitação em tecnologia. A última iniciativa é o Potência Tech, onde o iFood oferece cursos introdutórios, bolsas e vagas na área de tecnologia para perfis sub-representados.

Além disso, a companhia também oferece até 80% de desconto em cursos universitários pela FAM para todos os entregadores cadastrados na plataforma (cerca de 200 mil), pelo programa Delivery de Vantagens no app, com o objetivo de fortalecer a jornada de educação de todos os entregadores que atuam na plataforma.

Assine a newsletter EXAME ESG, com os conteúdos mais relevantes sobre diversidade e sustentabilidade nos negócios

Últimas Notícias

Ver mais
Governo apresenta nova proposta para servidores da educação, com 9% de reajuste em 2025
Brasil

Governo apresenta nova proposta para servidores da educação, com 9% de reajuste em 2025

Há 8 horas

Ministério Público cobra explicações do governo de SP sobre uso do ChatGPT para produzir aulas
Brasil

Ministério Público cobra explicações do governo de SP sobre uso do ChatGPT para produzir aulas

Há 9 horas

Greve nas universidades federais: professores iniciam paralisação por reajuste salarial
Brasil

Greve nas universidades federais: professores iniciam paralisação por reajuste salarial

Há 4 dias

Resposta aos gargalos das empresas, novo programa de aprendizagem conecta o jovem com a IA
seloApresentado por CIEE

Resposta aos gargalos das empresas, novo programa de aprendizagem conecta o jovem com a IA

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais