Economia

Senado aprova distribuição de recursos do megaleilão do pré-sal

Senadores aprovaram por unanimidade o texto-base do projeto de lei que garante a distribuição a estados e municípios de parte do bônus da cessão onerosa

Petróleo: parte do excedentes do megaleilão do pré-sal será distribuído entre estados (Benjamin Lowy/Getty Images)

Petróleo: parte do excedentes do megaleilão do pré-sal será distribuído entre estados (Benjamin Lowy/Getty Images)

BC

Beatriz Correia

Publicado em 15 de outubro de 2019 às 21h19.

Última atualização em 15 de outubro de 2019 às 21h30.

O Senado aprovou na noite desta terça-feira (15), com unanimidade de 68 votos, o texto-base do PL 5.478/2019, que garante a distribuição a estados e municípios de parte do bônus de assinatura do leilão dos campos do pré-sal considerados excedentes ao previsto na cessão onerosa feita à Petrobras. O projeto havia sido aprovado na parte da manhã pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Os senadores ainda debatem destaques feitos à matéria.

O projeto destina 30% do que a União arrecadar no leilão aos entes federados. Estados e Distrito Federal ficarão com 15% — ou R$ 10,9 bilhões, se todos os campos forem leiloados — e municípios receberão os outros 15%. O rateio entre as prefeituras seguirá os critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que considera parâmetros como a desigualdade regional e a renda per capita para beneficiar as populações com menor índice de desenvolvimento.

Aprovado no Senado, o texto segue para sanção presidencial.

*Mais informações a seguir

Acompanhe tudo sobre:Estados brasileirosLeilõesPré-salSenado

Mais de Economia

Invasores tentaram movimentar R$ 9 milhões do Ministério da Gestão na última sexta

Votação de projeto que libera R$ 15,7 bi no Orçamento deve destravar sessão de vetos do Congresso

Perse: Câmara aprova projeto com 30 atividades e impacto de R$ 15 bi; texto vai ao Senado

Haddad consegue diminuir impacto do Perse e projeto deve ter menos de 30 setores

Mais na Exame