Economia

PIB do Reino Unido cresce 0,1% em fevereiro; para a Capital Economics, a recessão acabou

Inflação do Reino Unido deverá ficar abaixo da dos EUA em abril

Londres: capital do Reino Unido é um dos centros financeiros mais importantes da Europa (Alexander Spatari/Getty Images)

Londres: capital do Reino Unido é um dos centros financeiros mais importantes da Europa (Alexander Spatari/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 12 de abril de 2024 às 14h17.

Última atualização em 12 de abril de 2024 às 14h28.

O produto interno bruto (PIB) do Reino Unido cresceu 0,1% em fevereiro ante o mês anterior, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 12, pelo ONS, como é conhecido o órgão de estatísticas do país. Em janeiro, o PIB britânico havia se expandido em ritmo mais forte ante dezembro, de 0,3%.

De qualquer forma, os últimos números sugerem que a recessão do Reino Unido chegou ao fim, segundo a Capital Economics.

"O PIB [britânico] precisaria sofrer uma improvável queda de 1% em março para registrar um terceiro trimestre consecutivo de contração", diz o economista-chefe para Reino Unido da consultoria, Paul Dales, em nota a clientes.

Dales, no entanto, não acredita que o crescimento econômico seja forte o suficiente para evitar que a inflação britânica siga caindo, o que, segundo ele, parece estar ocorrendo nos Estados Unidos.

Para o economista, a inflação do Reino Unido deverá ficar abaixo da dos EUA em abril.

Acompanhe tudo sobre:PIBReino UnidoEstados Unidos (EUA)

Mais de Economia

Argentina encolhe 8% e Milei faz show de rock: “sou o rei de um mundo perdido”

Após aprovação do Comitê, Magda Chambriard pode ser nomeada presidente da Petrobras nesta sexta

Lula sanciona Perse com 30 setores e limite de R$ 15 bilhões para benefício fiscal

Governo conta com pagamento integral de dividendos pela Petrobras para fechar as contas de 2024

Mais na Exame