Economia

Petrobras reduz, em média, o preço do querosene de aviação em 7,5%

Preço do QAV mais alto passou a ser de R$ 3.852,70, por metro cúbico, em Canoas, no Rio Grande do Sul

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 3 de junho de 2024 às 19h27.

Última atualização em 3 de junho de 2024 às 19h34.

Tudo sobrePetrobras
Saiba mais

A Petrobras reduziu, em média, o preço do querosene de aviação em 7,5%, com queda de 7,6% em alguns mercados.

Segundo a estatal, desde o dia 1º de junho, o preço do QAV mais alto passou a ser de R$ 3.852,70, por metro cúbico, em Canoas, Rio Grande do Sul, e o mais barato de R$ 3.607,10 por metro cúbico, em São Luís do Maranhão.

A Petrobras reajusta o QAV todo primeiro dia do mês. Este é o primeiro reajuste da gestão Magda Chambriard, que tomou posse na presidência da estatal no final de maio.

No dia 1º de maio, a estatal elevou o combustível em 2,8%, em média, e o QAV acumulava queda de 1,3% no ano.

Acompanhe tudo sobre:Petrobras

Mais de Economia

Câmara aprova taxação de compras em sites como Shein e AliExpress; texto segue para sanção

Exclusivo: o que pode mudar na PEC que amplia autonomia do BC e pode economizar R$ 5 bi

Pacheco devolve parte da MP sobre créditos do PIS/Cofins

Banco Mundial projeta crescimento global de 2,6% e de 2,2% para o Brasil em 2024

Mais na Exame