País precisou financiar R$ 66,285 bi no 1º tri, diz IBGE

Esse é o maior montante para o período desde pelo menos 2000

Rio – No primeiro trimestre de 2014, a necessidade de financiamento do País chegou a R$ 66,285 bilhões, o maior montante para o período desde pelo menos 2000. A alta em relação ao primeiro trimestre de 2013 foi de 10,3%.

“Isso porque piorou o saldo externo de bens e serviços, houve aumento de R$ 8 bilhões no déficit”, explicou Rebeca. No primeiro trimestre deste ano, o saldo externo de bens e serviços atingiu um déficit de R$ 46,6 bilhões, segundo o IBGE.

“Além disso, tivemos mais renda de propriedade sendo enviada para o resto do mundo do que em 2013, principalmente pelo aumento de pagamento de juros para fora. A remessa de lucros e dividendos reduziu, então não foi isso que afetou para cima a necessidade de investimento”, explicou Rebeca.

Segundo o IBGE, o pagamento líquido de juros aumentou em R$ 2 bilhões, enquanto a remessa líquida de lucros e dividendos caiu R$ 0,5 bilhão. No total, a renda líquida de propriedade enviada ao exterior somou R$ 21,4 bilhões no primeiro trimestre deste ano.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.