Economia

Ministro quer explicações sobre demissões na GM

O ministro da Fazenda, tem reunião com o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores


	O ministro da Fazenda, Guido Mantega: “as empresas não podem estar demitindo trabalhadores”, disse o ministro
 (Jin Lee/Bloomberg)

O ministro da Fazenda, Guido Mantega: “as empresas não podem estar demitindo trabalhadores”, disse o ministro (Jin Lee/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de janeiro de 2014 às 14h11.

Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje (3) que quer explicações da indústria automotiva sobre demissão de trabalhadores.

Hoje à tarde, o ministro tem reunião com o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, e vai conversar sobre anúncio de demissões na General Motors (GM) .

“De fato as empresas não podem estar demitindo trabalhadores”, disse o ministro. Quando o governo anunciou a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a compra de veículos, havia acordo de que não houvesse demissões.

No último dia 24, o governo publicou decreto aumentando o IPI dos automóveis, mas as alíquotas ainda não voltaram ao patamar original. O ajuste será gradual neste ano. “É verdade que já estamos subindo, mas ainda tem uma folga de IPI”, disse o ministro.

Acompanhe tudo sobre:DemissõesDesempregoEmpresasEmpresas americanasgestao-de-negociosGM – General MotorsGuido MantegaMontadorasPersonalidadesPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileiros

Mais de Economia

Plano Real, 30 anos: Carolina Barros, do BC, e a jornada do Real ao Pix

Plano Real, 30 anos: dinheiro ainda é base de transações, mas 41% dos brasileiros preferem Pix

STF tem maioria para alterar Reforma da Previdência: veja o que pode mudar para servidores públicos

Copom: em decisão unânime, BC mantém Selic em 10,5% e põe fim ao ciclo de cortes

Mais na Exame