Acompanhe:

Macron descarta acordo UE-Mercosul se Brasil deixar Acordo de Paris

Para conseguir finalizar a longa negociação entre os blocos, Bolsonaro terá que concordar em continuar no tratado que determina metas globais para o clima

Modo escuro

Continua após a publicidade
Macron: presidente francês ameaçou não fechar acordo entre União Europeia e Mercosul (Koji Sasahara/Reuters)

Macron: presidente francês ameaçou não fechar acordo entre União Europeia e Mercosul (Koji Sasahara/Reuters)

A
AFP

Publicado em 27 de junho de 2019 às, 21h46.

A França não assinará o longamente negociado acordo entre o Mercosul e a União Europeia se o Brasil se retirar do Acordo Climático de Paris, alertou o presidente francês, Emmanuel Macron.

Negociadores dos dois blocos estão tentando fechar um acordo e superar obstáculos importantes, incluindo a ambivalência do presidente Jair Bolsonaro a respeito do acordo assinado em 2015, que compromete os 195 países signatários a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, causadores do aquecimento global.

"Eu não quero negociar acordos com pessoas que não seguem o Acordo de Paris", disse Macron na noite de quinta-feira no Japão, a caminho da cúpula do G20, em Osaka.

"Se o Brasil deixar o Acordo de Paris, não poderemos assinar acordos comerciais com eles", acrescentou.

"A razão é simples: nós estamos exigindo dos nossos fazendeiros que parem de usar pesticidas, de nossos negócios que reduzam as emissões. Isso tem um custo competitivo", acrescentou Macron.

A afirmação do presidente francês sucede as declarações da chanceler alemã, Angela Merkel, que já está em Osaka para a cúpula do G20, que disse que queria ter uma "conversa direta" com Bolsonaro sobre o "dramático" desmatamento na floresta amazônica.

Ativistas já exigiram que a UE interrompa as negociações comerciais com o Mercosul por alegados danos do governo brasileiro a suas florestas e seus povos originários.

Mas Merkel disse que a questão não atrasaria um acordo comercial.

"Eu acho que não concluir o acordo não é a resposta para o que está acontecendo no Brasil", disse ela antes de viajar ao Japão.

A UE está em negociações com o Mercosul (formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) há duas décadas, empacando reiteradamente no tema altamente sensível do mercado da carne.

Um acordo entre o Mercosul e a UE representaria um golpe ao protecionismo, em um momento em que o presidente americano, Donald Trump, recuou em acordos comerciais internacionais e está envolvido em uma nociva guerra de tarifas com a China.

Mas uma fonte próxima às negociações disse que as negociações ainda estão "no ar".

Últimas Notícias

Ver mais
Eventuais alterações na desoneração da folha serão feitas por projeto de lei, diz Pacheco
Economia

Eventuais alterações na desoneração da folha serão feitas por projeto de lei, diz Pacheco

Há 8 horas

Governo quer antecipar R$ 26 bi de aportes da privatização da Eletrobras para reduzir conta de luz
Economia

Governo quer antecipar R$ 26 bi de aportes da privatização da Eletrobras para reduzir conta de luz

Há 9 horas

Setores se unem em manifesto contra a reoneração da folha de pagamentos
Economia

Setores se unem em manifesto contra a reoneração da folha de pagamentos

Há 9 horas

Dirigente do BoE destaca inflação de serviços, mas fala em espaço para normalizar juros
Economia

Dirigente do BoE destaca inflação de serviços, mas fala em espaço para normalizar juros

Há 12 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais