Acompanhe:

Índice de preço dos alimentos da FAO bate recorde em 2011

Apesar de os preços dos alimentos terem caído consideravelmente em dezembro de 2011, o índice obteve uma média de 228 pontos durante o ano, a maior desde 1990

Modo escuro

Continua após a publicidade
"Com a incerteza da economia mundial, fica difícil prever que pode suceder em 2012', afirmou o economista superior da FAO especialista em cereais, Abdolreza Abbassian (Jay Directo/AFP)

"Com a incerteza da economia mundial, fica difícil prever que pode suceder em 2012', afirmou o economista superior da FAO especialista em cereais, Abdolreza Abbassian (Jay Directo/AFP)

D
Da Redação

Publicado em 12 de janeiro de 2012 às, 09h09.

Roma - O índice de preço dos alimentos calculados pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) atingiu a média mais alta já registrada pelo organismo em 2011, mesmo apresentando uma leve queda no final do ano.

Nesta quinta-feira, a FAO informou que os preços caíram de maneira constante na segunda metade de 2011, porém, 'o índice obteve uma média de 228 pontos durante o ano. Essa foi a média mais alta registrada desde quando a FAO começou a acompanhar os preços internacionais dos alimentos em 1990. O índice mais elevado até então era o do ano de 2008, que marcou 200 pontos.

O organismo da ONU para a alimentação comunicou que os preços dos alimentos ainda tiveram uma queda considerável em dezembro de 2011, um fator que rebaixou o índice da FAO para os preços dos alimentos em 2,4%, o equivalente a cinco pontos.

Essa redução registrada no último mês de dezembro acompanha a queda dos preços dos cereais, açúcar e azeites. Este fator também é relacionado com as excepcionais colheitas de 2011, assim como a uma menor demanda e um dólar forte.

Em relação ao futuro, o economista superior da FAO especialista em cereais, Abdolreza Abbassian, afirmou que 'os preços internacionais de muitos produtos alimentícios básicos diminuíram nos últimos meses. Porém, com a incerteza da economia mundial, fica difícil prever que pode suceder em 2012'.

Últimas Notícias

Ver mais
Crise no Haiti: ONU diz que quase 100 mil pessoas fugiram de Porto Príncipe por violência de gangues
Mundo

Crise no Haiti: ONU diz que quase 100 mil pessoas fugiram de Porto Príncipe por violência de gangues

Há 21 horas

Petróleo sobe em meio a risco de ataque iraniano a Israel
seloMercados

Petróleo sobe em meio a risco de ataque iraniano a Israel

Há 22 horas

Oceanos mais quentes levantam dúvida: subestimamos as mudanças climáticas?
ESG

Oceanos mais quentes levantam dúvida: subestimamos as mudanças climáticas?

Há um dia

México pede ao Tribunal de Haia que Equador seja suspenso da ONU
Mundo

México pede ao Tribunal de Haia que Equador seja suspenso da ONU

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais