Governo anuncia pacote de incentivo a setores automotivo e de bens de capital

Mantega anunciou redução de IOF e de IPI para carros e admitiu ainda que a crise mundial pode afetar o crescimento do PIB brasileiro em 2012

São Paulo – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou um pacote de medidas para incentivar os setores automotivo e de bens de capital nesta segunda-feira.

Entre as medidas está a redução de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a compra de automóveis (veja tabela abaixo) até 31 de agosto e a redução de Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) para todas as operações de crédito de pessoas físicas de 2,5% para 1,5% ao ano, por tempo indeterminado.

Cilindradas Gasolina Álcool/Flex
1.000 de 7% para zero de 7% para zero
De 1.000 a 2.000 de 13% para 6,5% de 11% para 5,5%
Comerciais leves de 4% para 1% de 4% para 1%

A tabela acima vale para empresas habilitadas no regime automotivo. Para as empresas que estão fora do regime, o IPI segue com o adicional de 30 pontos porcentuais.

As medidas de incentivo incluem ainda aumento de crédito, redução de juros e aumento de prazo de financiamento para a aquisição de máquinas, equipamentos e veículos.

O governo antevê uma renúncia fical de 1,2 bilhão de reais, referente à redução no IPI, e 900 milhões de reais, referentes ao IOF. Em contrapartida, Mantega diz esperar o barateamento do crédito ao consumidor e redução no preço de tabela dos automóveis, além de diminuição das prestações dos veículos financiados.

Em troca das medidas, o setor automotivo se comprometeu a não demitir funcionários. A indústria automotiva vinha sentindo na pele os efeitos do aumento da inadimplência. De acordo com dados do Banco Central, 5,7% dos compradores de automóveis tiveram dificuldades em honrar as prestações em março, quase o dobro do verificado no ano passado e maior número na história do setor.

No acumulado do ano, as vendas já caíram 2,9%, e algumas montadoras já se movimentavam para controlar os estoques sem dispensar nenhum trabalhador.

“É mais uma medida para garantir o crescimento econômico em um momento de crise internacional”, destacou Mantega. Ele admitiu ainda que a crise mundial pode afetar o crescimento do PIB brasileiro em 2012. “Se não resolver o problema da Grécia, será difícil crescer 4,5%”, disse.

Veja a apresentação na íntegra:

Mantega anuncia estímulo ao setor automotivohttp://www.scribd.com/embeds/94350203/content?start_page=1&view_mode=list&access_key=key-1rgdtyxo1jcr635dep3a

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.