Acompanhe:

O Fundo Monetário Internacional (FMI) destacou o fato de que as discussões sobre a elevação do teto da dívida entre políticos nos Estados Unidos ocorrem "em um momento muito difícil para a economia global".

Porta-voz do FMI, Julie Kozack alertou nesta quinta-feira, 11, em entrevista coletiva que haveria "efeitos muito negativos", para os EUA, mas também para a economia global caso ocorra um default da dívida americana como resultado do impasse entre o governo do presidente Joe Biden e a oposição republicana no Congresso. Ela enfatizou que seria "urgente" haver uma solução nesse tema.

Juros mais altos

A porta-voz disse que uma das repercussões potenciais do impasse seriam juros mais altos, bem como maior instabilidade, com repercussões na economia global, que "poderiam incluir custos mais altos de empréstimos". E recordou que há países, sobretudo com vulnerabilidades na dívida, que já enfrentam quadro mais delicado com o aperto monetário global. "Pedimos que todos os lados se reúnam e trabalhem para resolver a questão o mais rápido possível", disse.

Kozack foi questionada também sobre turbulências recentes em bancos regionais americanos. Ela recordou que a transição para juros mais altos "ocorreu muito rápido, o que tem exposto algumas vulnerabilidades em bancos, particularmente nos EUA".

Segundo ela, as autoridades têm adotado medidas "bem-vindas" para controlar o quadro. Mas a porta-voz complementou que "é preciso seguir vigilante sobre o tema, nesse ambiente de juros altos".

Moedas digitais

Em outro momento, a porta-voz foi questionada sobre a eventual emissão de moedas digitais de bancos centrais (CBDC, na sigla em inglês). Ela afirmou que essa decisão é "muito específica de cada país", mas também notou que "pode haver benefícios para alguns países" na adoção desse instrumento.

Já sobre criptomoedas, ela lembrou que o FMI não apoia o uso por países dessa alternativa como moeda de curto legal. O Fundo analisou a questão no ano passado, recordou. "Isso é diferente de meios digitais de pagamentos", ou de almejar "meios eficazes para pagamentos digitais", explicou.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lira: Gratificante ver diretora do FMI reconhecer importância da reforma tributária
Economia

Lira: Gratificante ver diretora do FMI reconhecer importância da reforma tributária

Há 13 horas

Cresce risco de Biden não ser candidato, diz analista Mauricio Moura; veja os detalhes aqui
Mundo

Cresce risco de Biden não ser candidato, diz analista Mauricio Moura; veja os detalhes aqui

Há 17 horas

Secretária dos EUA parabeniza Haddad por reforma tributária 'realmente histórica'
Economia

Secretária dos EUA parabeniza Haddad por reforma tributária 'realmente histórica'

Há 21 horas

Texas ameaça fechar abrigo para migrantes e reforça o controle da fronteira com o México
Mundo

Texas ameaça fechar abrigo para migrantes e reforça o controle da fronteira com o México

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais