Economistas cortam previsão de expansão do PIB chinês por coronavírus

Epidemia afetou em cheio o consumo no país mais populoso do mundo, segunda maior economia e principal parceiro comercial do Brasil

O surto do coronavírus e as medidas da China para impedir a propagação da doença devem resultar em crescimento econômico mais fraco do que se pensava neste trimestre, segundo economistas.

Goldman Sachs, UBS e Macquarie estão entre os bancos que cortaram as previsões de crescimento tanto para o primeiro trimestre quanto para 2020, enquanto outros esperam choques concretos contra o PIB.

Refletindo a piora da situação, Jian Chang, do Barclays Bank, agora projeta um cenário que eliminaria 2,2 pontos percentuais da expansão no primeiro trimestre, uma estimativa mais pessimista em relação à sua avaliação de 22 de janeiro de que o impacto seria “transitório” e limitado a certos setores.

Previsões de economistas:

Empresa Data do relatório 1T - revisado 1T - anterior 2020 - revisado 2020 - anterior Comentários
Oxford Economics 3 de fevereiro Corte superior a 2 pontos percentuais 6% 5,4% 6% Alto impacto econômico, mas de curta duração
Macquarie 3 de fevereiro 4% 5,8% 5,6% 5,9% “Piora antes de melhorar”
UBS 3 de fevereiro 3,8% 5,9% 5,4% 6% Previsão com viés para risco de desaceleração
Bloomberg Economics 31 de janeiro 4,5% 5,9% 5,7% 5,9% Maior impacto se o vírus se propagar até 2T
Standard Chartered 31 de janeiro 4,5% 6% 5,8% 6,1% Infecção sob controle antes do que a SARS
Goldman Sachs 31 de janeiro 4% 5,6% 5,5% 5,9% Expectativa de estímulo intensivo da dívida
Citi 29 de janeiro 4,8% 5,9% 5,5% 5,8% Intervenção política “fundamental”
Nomura 29 de janeiro Queda significativa em relação aos 6% no 4T 2019 5,8% - 5,7% Impacto “mais forte do que a SARS”

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também