Economia

BNDES libera R$ 766 mi para expansão do metrô de SP

Rio de Janeiro - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou contrato hoje com o governo de São Paulo para financiar obras de expansão do metrô na capital paulista. O valor do crédito é de R$ 766 milhões, destinados aos projetos da Companhia de Metropolitano de São Paulo. "O financiamento em questão […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h45.

Rio de Janeiro - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou contrato hoje com o governo de São Paulo para financiar obras de expansão do metrô na capital paulista. O valor do crédito é de R$ 766 milhões, destinados aos projetos da Companhia de Metropolitano de São Paulo.

"O financiamento em questão é um dos maiores aprovados pelo banco para o setor de transporte público urbano. O projeto prevê expandir a Linha 5 do Metrô-SP em 11,5 quilômetros, ligando a Estação Largo Treze de Maio da Linha 5 (lilás) à Estação Chácara Klabin da Linha 2, nos bairros de Santo Amaro e Vila Mariana, respectivamente", informou o BNDES em nota.

O financiamento do BNDES corresponde a 13% de um pacote de investimentos no metrô que soma R$ 6 bilhões com recursos do Banco Mundial e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além de contrapartida do Estado de São Paulo. Segundo o BNDES, excluído o contrato assinado hoje, as operações de financiamentos do BNDES ao Metrô-SP somam cerca de R$ 3 bilhões.

O banco também aprovou crédito de R$ 60 milhões ao Estado de São Paulo pela linha BNDES Estados, cujos recursos serão aplicados na execução de projetos do Plano Plurianual (PPA).

Acompanhe tudo sobre:BNDEScidades-brasileirasEmpresasEmpresas estataisEmpréstimosEstatais brasileirasMetrô de São PauloMetrópoles globaismobilidade-urbanasao-pauloSetor de transporteTransporte e logísticaTransporte públicotransportes-no-brasil

Mais de Economia

Após pedido do governo, Zanin suspende liminar que reonera a folha de pagamentos por 60 dias

Haddad: governo anuncia na próxima semana medidas sobre impacto e compensação da desoneração

Fiergs pede ao governo Lula flexibilização trabalhista e novas linhas de crédito ao RS

É possível investir no exterior morando no Brasil?

Mais na Exame