Vieses comportamentais: como a ancoragem pode influenciar suas decisões?

Na coluna desta semana, Guilherme Pini, do BTG Pactual Advisors, explica o que é e como ocorre a ancoragem, e como ela pode influenciar a tomada de decisão
 (Gustavo Mellossa/iStock/Getty Images)
(Gustavo Mellossa/iStock/Getty Images)
Por Palavra do AdvisorPublicado em 26/04/2022 15:11 | Última atualização em 26/04/2022 15:11Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Por Guilherme Pini, do BTG Pactual Advisors

O que é e como ocorre a ancoragem?

Os vieses comportamentais têm grande influência nos processos de decisão de um investidor. Afinal, nem todas as nossas escolhas são completamente racionais.

Você sabia que o nosso cérebro pega atalhos mentais para simplificar decisões complexas? A exposição a uma informação prévia exerce influência em uma escolha, mesmo que de maneira inconsciente.

Funciona assim: você é exposto a uma determinada informação e, por esse dado estar mais recente em seu cérebro, ele o utiliza como base para tomar uma decisão. O problema é que nem sempre essa informação é verdadeira ou tem relação direta com a escolha que está sendo feita.

Um exemplo disso seria você ler uma notícia sobre um ataque de tubarão em alto mar.  Ao ser exposto a esta informação você, automaticamente, assimila que esse tipo de ataque está acontecendo com mais frequência. Além disso, é provável que relacione essa notícia com o fato de os tubarões confundirem suas presas habituais em águas mais turvas. Como resultado, você passa a evitar nadar em alto mar. Todavia, vale ressaltar que, nem sempre, um ataque acontece por causa deste motivo específico, e nadar em alto mar não significa, obrigatoriamente, que você vai sofrer um ataque.

Isso acontece por causa de um efeito psicológico chamado de priming. Ele envolve a capacidade do nosso cérebro de fazer múltiplas associações interligadas — formando uma reação em cadeia, devido à disponibilidade do conhecimento.

Quando esse viés acontece?

Confira alguns exemplos que demonstram como a ancoragem gera impactos na prática – em especial, no mercado financeiro:

Afastamento do mercado

Na queda generalizada da bolsa de valores, é comum encontrar ações descontadas — ou seja, vendidas abaixo do valor intrínseco do negócio.

Se as empresas mantêm os seus bons fundamentos, as ações têm a possibilidade de recuperar o preço de antes da queda, o que pode gerar lucros. No entanto, as constantes informações sobre a bolsa e o pessimismo de mercado podem causar ancoragem nos investidores.

Desse modo, ele pode ser influenciado pelas informações e concluir que esse não é um bom momento para investir. Com isso, o investidor perde a oportunidade de realizar investimentos que poderiam ser vantajosos — especialmente no longo prazo.

Por que você precisa conhecer esse viés?

Ter conhecimento sobre este assunto é fundamental para profissionais do mercado financeiro que desejam entender, na prática, entender os fatores que impactam na tomada de decisão dos investidores. Ter um processo disciplinado de investimento e diligencia de produtos aumenta objetividade nas escolhas.