Um conteúdo GOTOSHOP

Como escolher a melhor geladeira para sua casa

Frost-free ou degelo seco? Side by side, inverse, duplex? Entenda os modelos e funcionalidades para encontrar o refrigerador ideal para sua família
 (Samsung/Divulgação)
(Samsung/Divulgação)
E
Escolha Inteligente

Publicado em 09/08/2017 às 15:15.

Última atualização em 13/08/2017 às 17:03.

Capacidade, altura e largura, número de portas, design, configurações, preço e até a eficiência energética do equipamento. Para escolher a geladeira certa para sua casa e sua família, é preciso listar as características dos produtos e, ao mesmo tempo, observar como o eletrodoméstico é usado no seu dia a dia.

É importante pensar objetivamente no seu perfil para escolher um produto que, convenhamos, é um investimento considerável e deve ter uma boa vida útil na sua casa. Você mora sozinho? Divide apartamento com uma ou duas pessoas? Todo mundo cozinha todo dia ou apenas eventualmente? Ou a situação já é de família com filhos e produção constante na cozinha?

Genericamente, as marcas recomendam modelos de 120 a 360 litros para pessoas que moram sozinhas, recém-casados ou uma casa de duas pessoas. Já uma família maior ou uma casa com mais de quatro moradores deve optar por uma geladeira de 400 a 600 litros.

Seja como for, a partir de agora, o Escolha Inteligente e o GoToShop vão ajudar você a diferenciar os modelos e funcionalidades, conhecer as novidades e tomar a decisão para a sua próxima - ou primeira - geladeira.

Os modelos

Uma porta

Geladeira Electrolux de 1 porta e 323 litros (Electrolux/Divulgação)

São os modelos mais básicos e ainda estão entre os mais procurados pelos consumidores brasileiros. Em sua maioria, são mais baratos e econômicos, contam com espaço reduzido e freezer interno. Ideal para cozinhas compactas, para quem mora sozinho, casais sem filhos e para quem não precisa armazenar muitos congelados.

 

Duplex

Modelo duplex 4598652 de 334 litros da Consul (Consul/Divulgação)

Modelo de duas portas, a menor para o freezer, tradicionalmente na parte superior, e a maior para o refrigerador. O mercado conta com uma variedade enorme de tamanhos, estilos e funcionalidades, o que também se reflete nos preços. Ideal para casais, famílias com filhos ou pessoas que cozinham com frequência e precisam de espaço para armazenar alimentos variados e congelados.

 

Inverse

Geladeira Brastemp Inverse 2 portas, 573 litros em inox (Brastemp/Divulgação)

É uma duplex invertida, com o freezer na parte de baixo e os alimentos no compartimento superior. A principal questão é a praticidade e a facilidade de acesso aos alimentos mais consumidos para os adultos e, especialmente, para os idosos. Já para as crianças, é preciso atenção, já que as prateleiras não ficam mais à altura de suas mãos. Também há variedade de tamanhos, estilos e funcionalidades, mas normalmente são mais caras que uma geladeira duplex tradicional.

 

Side by side

Modelo Side by Side BRS62CR da Brastemp em inox (Brastemp/Divulgação)

Geladeira para cozinhas maiores, com duas portas lado a lado para o refrigerador e o freezer. A maior parte destes modelos tem amplo espaço nos dois compartimentos, com destaque para o freezer. Como são geladeiras mais caras e sofisticadas, normalmente contam com funcionalidades como dispenser de água e gelo (às vezes, com necessidade de ligação de encanamento).

 

French doors

Modelo French Doors BRO80AE com freezer na parte inferior, da Brastemp na cor preta (Brastemp/Divulgação)

Os modelos de "portas francesas" têm o freezer na parte de baixo e o refrigerador em cima, com destaque para a porta dupla. Assim como nas geladeiras invertidas, faz diferença a facilidade de acesso e a praticidade, somado ao design sofisticado. Também pedem uma cozinha maior e contam com funcionalidades variadas, já que estão entre as mais caras do mercado.

 

Frigobar

Frigobar Brastemp modelo Retrô de 76 litros (Brastemp/Divulgação)

Obviamente, é o modelo compacto, muito usado em espaços corporativos ou para complementar a decoração em ambientes como salas de TV ou varandas gourmet. Por outro lado, pode ser a única solução de geladeira para estúdios e quitinetes.

Para que tanto gelo?

Se você acha que descongelar o freezer é coisa do passado, está enganado: existem modelos mais acessíveis, mesmo de equipamentos com capacidade maior, que ainda exigem certo trabalho para manter tudo funcionando bem. Então, todos avisados: geladeira com degelo manual precisa ser desligada, de tempos em tempos, para que o gelo derreta.

Na outra extremidade da praticidade estão as geladeiras Frost-free, nas quais o único gelo do freezer estará nas forminhas. Os modelos trabalham com circulação forçada de ar frio, o que possibilita refrigeração homogênea e sem formação de gelo nas paredes e no teto do compartimento.

Entre as duas opções, existem ainda modelos Cycle Defrost (que exigem degelo manual, porém, apenas uma ou duas vezes ao ano), degelo seco (água do gelo derretido vai para um recipiente de evaporação) e degelo semiautomático (água fica em uma gaveta que precisa ser esvaziada).

Funcionalidades e apetrechos

Painel digital controla temperatura, iluminação e dispensers de água e gelo (Brastemp/Divulgação)

Além do tamanho, do design e do acabamento, confira alguns acessórios e funcionalidades das geladeiras mais modernas e mais vendidas no mercado, para observar antes de decidir sua próxima compra.

Prateleiras reguláveis - pode parecer óbvio, mas é importante observar a versatilidade do espaço para as ocasiões especiais - ou para você poder gelar uma melancia.

Porta-latas e porta-garrafas - os suportes normalmente são removíveis, mas ajudam na organização e na otimização do espaço.

Espaço de resfriamento rápido - dentro do freezer ou próximo dele, essa prateleira ou nicho tem circulação intensa de ar frio para gelar bebidas rapidamente, por exemplo.

Dispenser para água - já encontrado nos modelos intermediários, seja com preenchimento manual ou com ligação no encanamento da cozinha. Ponto para praticidade e economia de energia, já que o dispenser evita abrir a porta apenas para se servir de água.

Produção e dispenser de gelo - também pode ter preenchimento manual, diretamente no freezer, ou com ligação no encanamento. Alguns modelos fazem gelo picado e em cubos ao toque de um botão.

Painel eletrônico - controle para as diversas funções, incluindo temperatura do refrigerador e freezer, acionar o supercongelamento, timer, controle do consumo de energia, função de uso extremo, para o abre e fecha intenso, ou econômico, para quando a família vai viajar, por exemplo.

Dicas práticas

Tão importante quanto o modelo escolhido e suas funcionalidades é o local onde a geladeira será instalada. Por isso, antes de qualquer decisão, é bom lembrar que o eletrodoméstico ideal é aquele que se adapta melhor à composição da cozinha.

Geladeiras ou freezers devem ser colocados em locais bem ventilados e onde não bata sol, já que o calor vai provocar perda do rendimento e aumento do consumo de energia. O mesmo serve para fogão ou forno: cada aparelho em seu lugar e um distante do outro, se possível.

O ideal é medir o espaço disponível para a geladeira e levar em consideração que o eletrodoméstico precisa de cerca de 10cm livres nas laterais e na parte de trás, para um aproveitamento energético ideal.

Confira também estas dicas das revistas SuperinteressanteCasa Cláudia para aproveitar ao máximo a sua nova geladeira.

Para o futuro

Modelo FamilyHub 2.0 da Samsung foi apresentado na CES 2017, em Las Vegas: tela de 29 polegadas na porta e câmeras internas (Samsung/Divulgação)

Quando se fala de internet das coisas, um dos primeiros exemplos citados é a geladeira inteligente, aquela que vai se conectar ao Wi-fi da casa e aos smartphones dos moradores para alertar o que precisa ser reposto, fazer a lista de compras e até sugerir receitas com o que está nas prateleiras.

Essa ainda é uma realidade um pouco distante do mercado nacional, mas as marcas não param de apresentar novidades neste segmento. Modelos exibidos nas principais feiras de tecnologia, como a Consumer Electronic Show (CES 2017), em Las Vegas, contam com sensores inteligentes, que escaneiam ou identificam os alimentos, controlam há quanto tempo estão armazenados e sua validade, regulam a temperatura e o consumo de energia de acordo com o conteúdo da geladeira, o clima e a época do ano.

Outra funcionalidade para o futuro é a conexão do equipamento com os assistentes domésticos, como o Alexa, da Amazon. Assim, em vez de ajudar a fazer a lista do mercado, a geladeira inteligente poderá fazer a compra on-line dos produtos que estão acabando ou ser programada para repor certos itens semanalmente, por exemplo. O dono apenas autoriza a operação ao receber um alerta pelo smartphone.