20 minutos por dia podem mudar sua vida

Uma das queixas que mais costumo ouvir de meus leitores é sobre a eterna falta de tempo que têm para embarcarem em novos projetos, estudarem novos assuntos e cuidarem de sua saúde. “Suas idéias são até boas Eduardo, mas não tenho tempo para nada mais em minha vida”. Seguem então presos às suas rotinas de […]
Por Eduardo MoreiraPublicado em 16/09/2016 15:14 | Última atualização em 22/06/2017 18:44Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Uma das queixas que mais costumo ouvir de meus leitores é sobre a eterna falta de tempo que têm para embarcarem em novos projetos, estudarem novos assuntos e cuidarem de sua saúde. “Suas idéias são até boas Eduardo, mas não tenho tempo para nada mais em minha vida”. Seguem então presos às suas rotinas de que tanto reclamam, com quilos a mais e momentos felizes a menos em suas vidas.

Não é preciso dispor de muito tempo para mudar radicalmente uma vida. Menos de uma hora por dia é capaz de dar conta do recado. Onde achar esta hora? Deixando de assistir uma novela por exemplo. Ou até mesmo o indispensável jornal da noite na TV. “Impossível”, dizem alguns, “preciso estar sempre informado!”. Como se já não tivessem lido todas aquelas noticias durante o dia em suas redes sociais, nos sites da internet e nos aplicativos como este da EXAME em que vocês agora navegam. Os jornais da noite nada mais são, na maior parte do tempo, do que um compêndio de noticias requentadas. E é nesta hora que se ganha que podem surgir um milhão de novas possibilidades!

Uma caminhada de 20 minutos por dia é capaz de mudar radicalmente a saúde de um indivíduo em menos de três meses. Duas páginas escritas por dia, algo que não costuma tomar mais do que 20 minutos também, viram um livro em menos de um ano. Assistir a três módulos diariamente de um curso digital, como os milhares oferecidos por sites como o Lynda.com e Udemy, não tomam mais de 15 minutos e são capazes de ensinar em um ano mais do que se aprende em alguns anos de faculdade. Somando-se os três, você não gasta sequer a hora que poupou e terá antes do que imagina uma saúde melhor e infinitas novas possibilidades em sua carreira.

Tempo é sim questão de prioridade. Mas antes disso é questão de ação. Afinal, mesmo os que sabem de cor o que têm que fazer se não o fizerem seguirão na mesma, reclamando da vida que poderiam ter mas não têm e ficando cada dia mais velhos e menos interessantes.

EDUARDO-MOREIRA-credito-coluna