Sofia Esteves: como o lifelong learning pode manter a carreira atualizada

O lifelong learning é a compreensão de que, para se manter preparado, é fundamental entender a educação como um processo ininterrupto

Em 2005, Steve Jobs finalizou um discurso na Universidade de Stanford com a seguinte frase: “Stay hungry, stay foolish” (mantenha-se faminto, mantenha-se tolo). Sua mensagem foi um convite aos estudantes para olharem para a importância do lifelong learning, também conhecido como aprendizado contínuo.

Cansaço? Estafa? Burnout? Faça da pandemia uma oportunidade de reset mental

O termo se refere à busca contínua por conhecimento. Portanto, o lifelong learning é a compreensão de que, para se manter preparado, é fundamental entender a educação como um processo ininterrupto. Vale destacar que esse movimento é automotivado, ou seja, parte de uma busca pessoal e diz respeito a todas as áreas da vida - tornando os conhecimentos complementares.

Um aspecto interessante do aprendizado contínuo é a extensão dos seus benefícios à motivação pessoal. Em seu livro, Drive, o autor Dan Pink argumenta que as pessoas precisam de três coisas para se sentirem motivadas e satisfeitas: autonomia, domínio e propósito. Tornar-se um lifelong learner satisfaz todas essas três necessidades psicológicas.

Veja todos os cursos de desenvolvimentio pessoal disponíveis no site da EXAME Academy

Quando alguém é autodidata, está ativamente escolhendo o que aprender. Em outras palavras, essa pessoa é autônoma. Ao aprender novas habilidades, ela desfrutará do sentimento positivo que vem com a maestria e, consequentemente, se encontrará com um sentido renovado de propósito na vida ao estabelecer metas para sua própria educação.

Não à toa essa habilidade tem sido amplamente requisitada pelos recrutadores. Afinal, como já previa o futurista Alvin Toffler, o analfabeto do século XXI não é aquele que não sabe ler e escrever, e sim aquele que não consegue aprender, desaprender para então reaprender.

As empresas estão em busca de talentos com essa competência, já que quanto mais um profissional aprende ao longo da vida, mais capaz será de se adaptar às mudanças da Nova Economia – que exige flexibilidade e capacidade de improvisação em situações inesperadas.

Os 4 pilares do aprendizado contínuo

De acordo com a organização Lifelong Learning Council Queensland (LLCQ), o aprendizado contínuo requer quatro fatores:

Aprender a conhecer - é necessário reter o conhecimento adquirido e, para isso, é essencial ter prazer pelo assunto. Quando o profissional tem interesse, passa a exercitar a memória e a atenção, multiplicando o seu saber.

Aprender a fazer - ainda que a teoria seja fundamental para o processo de aprendizagem, é por meio da prática que o indivíduo exercita o que aprendeu até que o novo conhecimento se torne um hábito.

Aprender a conviver - os seres humanos têm muito a aprender uns com os outros e, por esse motivo, saber se relacionar é fundamental. É preciso lidar com as adversidades, entender a percepção do outro e resolver conflitos para que a troca de aprendizados aconteça.

Aprender a ser - o desenvolvimento humano também é um importante pilar para elevar conhecimentos. Quando a pessoa tem autonomia para estudar coisas novas e ser disruptiva, agrega valor à sociedade por meio da inovação. Sendo assim, é preciso estimular esse potencial através do autoconhecimento.

Como aplicar o aprendizado contínuo em uma rotina acelerada?

A falta de tempo, ou de dinheiro, costumam ser os principais desafios aos profissionais que desejam se atualizar, mas não encontram meios possíveis em uma rotina cheia de afazeres, ou com falta de recursos.

Porém, a personalização não chegou só aos produtos que consumimos. Agora, principalmente com a chegada da pandemia e o fechamento dos centros de ensino, o conhecimento também ganhou mais opções de consumo.

Hoje já é possível encontrar centenas de opções de ensino à distância para os mais variados temas – com preços acessíveis, facilitação de pagamento e também opções gratuitas, atendendo desde habilidades técnicas como até o desenvolvimento de Softs Skills.

O modelo online possibilita que você encontre seu próprio ritmo de estudo, já que podem ser assistidos a qualquer momento do dia. Ou seja, nada de desculpas sobre a falta de tempo, ok? Nem que seja 30 minutos por dia, toda a dedicação é válida.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.