Acompanhe:
seloCarreira

Mulheres ricas dizem que covid prejudica carreira e barra promoções

Uma pesquisa do UBS Group AG descobriu que 61% de mulheres ricas acreditam que a covid-19 está prejudicando suas carreiras, suspendendo aumentos e promoções

Modo escuro

Continua após a publicidade
Uma pesquisa do UBS Group AG descobriu que 61% de mulheres ricas acreditam que a covid-19 está prejudicando suas carreiras, suspendendo aumentos e promoções (Divulgação/Divulgação)

Uma pesquisa do UBS Group AG descobriu que 61% de mulheres ricas acreditam que a covid-19 está prejudicando suas carreiras, suspendendo aumentos e promoções (Divulgação/Divulgação)

L
Lananh Nguyen, da Bloomberg

Publicado em 22 de janeiro de 2021 às, 16h00.

Última atualização em 22 de janeiro de 2021 às, 17h02.

A pandemia tem sido difícil para as mulheres trabalhadoras — mesmo aquelas com alta renda.

Uma pesquisa do UBS Group AG descobriu que 61% de mulheres ricas acreditam que o surto de covid-19 está prejudicando suas carreiras, enquanto cerca de 40% disseram que a pandemia suspendeu os aumentos salariais e promoções, pois trabalharam menos para ajudar seus filhos na escola. E um em cada quatro entrevistados disse que adiou planos de aposentadoria ou considerou deixar o mercado de trabalho completamente.

“A covid definitivamente atrapalha as mulheres,” disse Paula Polito, vice-presidente de divisão da UBS Global Wealth Management, em entrevista. “Quer se trate de sua capacidade de rendimentos, aumentos e promoções, dinheiro gasto durante aquele período, atrasos em seus planos de aposentadoria,” a carreira das mulheres está sendo prejudicada enquanto suportam uma carga de trabalho doméstica maior, disse ela.

A pesquisa do UBS ecoa uma tendência econômica mais ampla: as mulheres, especialmente aquelas na faixa etária com maior probabilidade de ter filhos pequenos, estão abandonando o mercado de trabalho pelo ritmo mais rápido desde o auge da pandemia, já que muitas escolas e creches permanecem fechadas.

“Não importa se você é uma mulher poderosa da área de finanças ou uma mulher que trabalha como garçonete em um restaurante, você não vai desistir de seus filhos pelo seu trabalho”, disse Polito.

A pandemia também levou 68% das mulheres a discutir dinheiro com mais frequência com seus parceiros e 49% a falar sobre herança com seus filhos, de acordo com a pesquisa do UBS. A empresa entrevistou 1.507 investidores americanos — 991 mulheres e 516 homens — com pelo menos 250.000 dólares em investimentos de 21 de dezembro a 4 de janeiro.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Últimas Notícias

Ver mais
Síndrome do Avestruz: por que evitar os problemas do trabalho pode ser perigoso para sua carreira
seloCarreira

Síndrome do Avestruz: por que evitar os problemas do trabalho pode ser perigoso para sua carreira

Há 8 horas

A decisão de carreira mais inteligente a ser tomada aos 20 anos, segundo CEO
seloCarreira

A decisão de carreira mais inteligente a ser tomada aos 20 anos, segundo CEO

Há 13 horas

As três dicas de Bill Gates para ter sucesso (e equilíbrio) na vida profissional
seloCarreira

As três dicas de Bill Gates para ter sucesso (e equilíbrio) na vida profissional

Há 13 horas

Veja 3 frases que são usadas no trabalho por um CEO na Finlândia, o país mais feliz do mundo
seloCarreira

Veja 3 frases que são usadas no trabalho por um CEO na Finlândia, o país mais feliz do mundo

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais