Carreira

Governo do Japão oferece bolsa de estudos para brasileiros

Anualmente, o governo japonês divulga as vagas da bolsa MEXT, que aceita brasileiros

Kyoto, no Japão: Podem concorrer à bolsa integral todos os estrangeiros que desejam estudar e se aprimorar profissionalmente em uma instituição de ensino do Japão (Kyoto/Wikimedia Commons)

Kyoto, no Japão: Podem concorrer à bolsa integral todos os estrangeiros que desejam estudar e se aprimorar profissionalmente em uma instituição de ensino do Japão (Kyoto/Wikimedia Commons)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 8 de fevereiro de 2023 às 09h28.

Última atualização em 27 de fevereiro de 2023 às 15h01.

O Governo do Japão vai abrir, em maio deste ano, as inscrições para o programa de pós-graduação para bolsas de estudos de 2024 do Ministério da Educação, da Cultura, dos Esportes, da Ciência e da Tecnologia do país (MEXT). Em junho, começarão as inscrições para as bolsas de graduação, curso profissionalizante e escola técnica.

A oportunidade faz parte do programa de bolsas de estudos que são promovidas anualmente pelo governo japonês. Podem concorrer à bolsa, os brasileiros que desejam estudar e se aprimorar profissionalmente em uma instituição de ensino do Japão.

 A bolsa de estudos vale para graduação, curso técnico, curso profissionalizante e pós-graduação e inclui o pagamento das taxas escolares, ajuda de custo e pagamento de passagem aérea. 

O valor mensal costuma ser de 117 mil ienes para estudantes de graduação, escola técnica ou curso profissionalizante; 143 mil ienes para pós-graduação. Na cotação atual, o valor é de mais de 4 mil reais para todos os níveis. 

Além disso, os selecionados poderão participar de um curso gratuito de língua japonesa durante os primeiros seis meses ou primeiro ano de estudos no Japão. Os bolsistas também vão aprender mais sobre a cultura do Japão durante as aulas. 

A duração da bolsa varia conforme a modalidade da bolsa, que varia entre 1 ano a 7 anos de duração.

Como participar?

O processo de aplicação acontece por meio da Embaixada Japonesa no Brasil  para candidatos que moram no Distrito Federal, Goiás e Tocantins. 

Já os candidatos que moram em outras regiões do Brasil devem entrar em contato com o Consulado do Japão local. Os consulados do Japão ficam localizados nas seguintes capitais: 

  • Belém;
  •  Curitiba;
  •  Porto Alegre;
  •  Manaus;
  •  Recife;
  •  Rio de Janeiro;
  •  São Paulo.

Os endereços dos consulados e embaixada poderão ser consultados no site oficial

Como os bolsistas serão selecionados? 

O programa de bolsas MEXT do Japão surgiu em 1954, com objetivo de promover o 

intercâmbio internacional, as relações amistosas e a formação de profissionais qualificados.

Segundo a Embaixada do Japão, mais de 200 mil estudantes internacionais de aproximadamente 160  países ao redor do mundo tiveram a oportunidade de estudar no Japão.

Os candidatos serão escolhidos pela análise documental, provas escritas e entrevista. Cada fase do processo seletivo será eliminatória. Os requisitos podem variar a cada ano, por isso, é fundamental conferir o edital. 

Acompanhe tudo sobre:Bolsas de estudoCursos no exteriorDoutoradoJapãoPós-graduação

Mais de Carreira

Ofensas a colega fora do ambiente de trabalho podem gerar justa causa?

Lavender ceiling: a comunidade LGBTQIAP+ enfrenta barreiras "invisíveis" na sua empresa?

Personal branding: Como comunicar ao mercado quem você é como profissional?

Dia Mundial das Mulheres na Engenharia: Como atrair mais mulheres para a indústria?

Mais na Exame