Estas são as habilidades que o CEO do iFood e Lemann procuram em um líder

Fabrício Bloisi e Jorge Paulo Lemann participaram do evento online “Brazil Conference at Harvard & MIT”

O que duas personalidades do mundo dos negócios procuram em um líder que ficará à frente de empresas pelos próximos 10 ou 15 anos? Durante o evento online Brazil Conference at Harvard & MIT, essa pergunta foi respondida por Fabrício Bloisi, CEO do iFood e presidente do conselho administrativo da Movile, e Jorge Paulo Lemann, fundador e presidente do conselho de administração da Fundação Lemann.

Os executivos têm visões ligeiramente diferentes, mas ambos acreditam em pontos como foco em resultados e capacidade de adaptação a mudanças.

“Sempre nos concentramos em pessoas. Buscamos atrair os melhores, acompanhar, treinar e dar oportunidade. Gostamos de pessoas que entregam resultados. Pessoas que liderem e que possam estimular. As pessoas precisam conseguir criar sonhos e torná-los realidade. Obviamente, não abrimos mão da ética e gostamos de pessoas dispostas a experimentar coisas novas”, disse Lemann ao responder à pergunta. “A minha geração se concentrou muito em ganhar dinheiro. A nova geração tem maior preocupação com o mundo, o meio ambiente e o progresso geral. Isso contribuirá para um mundo melhor. Há 50 anos, queríamos ganhar dinheiro. Hoje, pode-se fazer ambas as coisas.”

Com uma visão de outra geração de empreendedores, Bloisi valoriza muito a capacidade de tomar decisões difíceis e a mentalidade voltada à inovação, mas sem deixar os negócios de lado.

“Falando de liderança, empreendedores precisam ter grandes sonhos. Aprendi muito com o Jorge Paulo sobre isso. Não só para criar uma empresa, mas também desenvolvê-la. Busco pessoas com paixão, obcecadas com resultados e abertas a mudanças da inovação. A mudança é uma constante. Um líder precisa estar aberto à inovação, ter disciplina e estar pronto para tomar decisões grandes. Como empreendedores, é preciso tomar grandes decisões, como delegar outras decisões, contratar pessoas cada vez melhores e evitar perder dinheiro com escolhas erradas”, afirmou Bloisi, que também acredita no potencial de novas tendências econômicas, como criptomoedas, biologia sintética e a bioeconomia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.