Estas são as 7 habilidades para ter no currículo em 2021

Pesquisa exclusiva da Catho mostra as habilidades que as empresas mais desejam. E confira três dicas para descobrir quais delas você já tem

Para quem quer impressionar os recrutadores e não sabe o que colocar ncurrículo, a pesquisa feita pela plataforma de recrutamento Catho pode dar uma luz: entre mais de 500 empresas entrevistadas, a capacidade de trabalhar em equipe foi a habilidade comportamental mais desejada na hora de contratar um novo colaborador. 

Juntar produtividade e qualidade de vida é possível. Descubra como no novo curso da Exame Academy

Mas agora é só sair listando essa (e outras) habilidades da pesquisa no CV? De forma alguma. Segundo a diretora de Gente e Gestão da Catho, Patricia Suzuki, essas habilidades são avaliadas de diversas maneiras ao longo do processo para uma vaga de emprego 

No currículo, elas vão estar escondidas naquele campo de descrição de experiências anterior – ou de cursos realizados. E não adianta mentir: as habilidades têm tanta relevância que são avaliadas a cada passo do processo de seleção.  

Normalmente, cada empresa tem seu conjunto de habilidades comportamentais, as soft skills, mapeadas para as vagas. Assim, elas começam a ser vistas junto com as competências técnicas logo na triagem do currículo e depois nas etapas de testes de cultura e entrevistas. 

“Hoje não tem mais escolher a competência técnica ou a comportamental, as duas são avaliadas. A gente fala de uma soma ou da convergência delas para escolher um candidato”, fala a diretora. 

Ela recomenda que os candidatos façam uma pesquisa prévia sobre a empresa desejada para entender quais são essas habilidades que certamente ajudarão a destacar seu perfil na seleção.  

No entanto, antes da candidatura em si, ela recomenda uma reflexão para identificar quais são seus pontos fortes e os que precisam ser desenvolvidos.  

Suzuki aponta algumas formas muito claras de encontrar sinais de que você tem uma soft skills: 

  1. Como você se sente em determinadas situações? Essa primeira reflexão ajuda a entender se algo é um desafio maior ou menor para você: se é fácil compartilhar ideias ou difícil falar em público; se gosta de colaborar ou tem dificuldade de ouvir o outro. 
  2. Quais feedbacks você tem recebido? Aqui vale o feedback formal ou conversas mais informais, o importante é entender o que valorizado na sua empresa, o que você pode melhorar e se está indo na direção certa para isso. Esse entendimento é crucial para o autoconhecimento. 
  3. Você é referência dentro da empresa? Para o que as pessoas te procuram? Essas perguntas são muito importantes na reflexão. Se muitos colegas procuram o seu conselho naturalmente para um tópico como relação interpessoal ou trabalho em equipe, por exemplo, é um forte sinal de que você domina a competência. 

      Para quem está desempregado ou não tem experiência, ela recomenda um processo diferente mais focado no aprendizado para entender suas habilidades“Tem muita coisa disponível de forma gratuita na internet. Podem ser artigos interessantes sobre o tema ou até consulta no site das consultorias que disponibilizam todas as melhores práticas e conteúdo sobre soft e hard skills. E muitas empresas estão fazendo o papel social de educar sobre o processo de seleção. Fique atento e pesquise bastante”. 

      Confira as habilidades mais desejadas pelas empresas em 2021 

      1. Trabalho em equipe (72%)
      2. Proatividade (68%)  
      3. Flexibilidade (67%) 
      4. Resolução de problemas (65%) 
      5. Resiliência (61%) 
      6. Ética (59%)  
      7. Relacionamento interpessoal (55%) 

      Trabalho em equipe não é uma competência nova e nem parece tão complicada de entender. O motivo para estar no topo do ranking de habilidades para 2021 é a popularização das metodologias ágeis.

      “Não tem como não colaborar. Não se alcança mais resultados de forma individual nesses modelos de trabalho. A meta é compartilhada e a contribuição individual de cada especialidade do time pede que todos tenham boa colaboração”, explica a diretora da Catho.

      Outras habilidades tiveram maior relevância por causa da pandemia e já pensando em um modelo de trabalho híbrido. A ética e a resiliência se destacam por esses motivos na lista.

      “A ética aparece muito por causa do contexto econômico e político, mas também por causa da autonomia sendo palavra de ordem no trabalho em casa. A conduta ética para organizar horários, entregas e compromissos é importante”, fala ela.

      Quais são as grandes tendências do mercado de trabalho? Invista na sua carreira. Assine a EXAME.

      De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

       

      Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

       

      Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


      Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


      Falta pouco para você liberar seu acesso.

      exame digital

      R$ 12,90/mês
      • Acesse onde e quando quiser.

      • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
      Assine

      exame digital + impressa

      R$ 29,90/mês
      • Acesse onde e quando quiser

      • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

      • Edição impressa mensal.

      • Frete grátis
      Assine

      Já é assinante? Entre aqui.