Após 900 anos, Veneza ganha primeira gondoleira

Profissão ficou 900 anos exclusivamente nas mãos dos homens

São Paulo - Giorgia Boscolo, de 24 anos e mãe de dois filhos, é a primeira mulher a exercer a profissão de gondoleira nos canais de Veneza, ofício que ficou 900 anos exclusivamente nas mãos dos homens.

Em comunicado, a Prefeitura de Veneza informa que Giorgia superou outros 21 candidatos, todos homens, para ficar com a vaga.

"Pretendo aproveitar esta profissão até o final, sem que me falte nada", disse a primeira gondoleira de Veneza em declarações publicadas hoje pelo jornal "La Stampa", de Turim.

Apesar de já ter sido aprovada, Giorgia só poderá assumir o comando de uma gôndola depois de conseguir uma licença para poder trafegar pelos canais de Veneza.

A cidade tem atualmente 425 gondoleiros fixos e 180 substitutos. Giorgia, por enquanto, se enquadra nesta última categoria, e precisa esperar que um dos fixos deixe seu posto livre para conseguir a licença.

O "La Stampa" lembra que, há alguns anos, a alemã Alexandra Hai tentou virar gondoleira, mas não conseguiu. Agora, segundo o jornal, já há cinco mulheres inscritas para a próxima seleção.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.