Caneta da saúde: tratamento seguro e eficaz para diabetes já está no SUS

Instrumento aliado no controle da glicemia ajuda a reduzir os episódios de hipoglicemia e as possíveis hospitalizações

Atualmente, no Brasil já são mais de 13 milhões de brasileiros vivendo com diabetes. Muitos deles dependem da insulina como forma de tratamento, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes. Uma rotina que exige cuidado intenso e atenção com a alimentação, a prática de exercício físico regular e muita disciplina no dia a dia.

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, manter o diabetes sob controle e evitar episódios de hipoglicemia se tornam cruciais para assegurar a saúde e a qualidade de vida, uma vez que as pessoas que vivem com a doença estão no topo do grupo de risco para a covid.

Mas a boa notícia é que, recentemente, o Ministério da Saúde ampliou o acesso daqueles que podem utilizar as canetas preenchidas de insulina como forma de tratamento do diabetes, um dos dispositivos mais modernos para lidar com a doença. A tecnologia, disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil desde 2019, agora atende uma maior parcela da população brasileira, privilegiando pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2, preferencialmente crianças e jovens até 19 anos e adultos com 50 anos ou mais. De acordo com estimativas do ministério, essa mudança resultará na cobertura de cerca de 50% das pessoas que dependem da insulina diariamente.

Estamos em um momento difícil da história do mundo, e o fato de este recurso para melhor controle do diabetes estar disponível para uma fatia ainda maior da população brasileira, justamente durante a pandemia, se torna ainda mais relevante já que a “caneta da saúde” é uma importante aliada no controle da glicemia pois ajuda a reduzir os episódios de hipoglicemia e as possíveis hospitalizações decorrentes dessa complicação.

Vale ressaltar que as canetas são uma forma segura de administração de insulina, facilitando o dia a dia do paciente. Além disso, os testes de controle de qualidade exigidos pelas autoridades sanitárias asseguram a acuracidade de dosagem de todos os lotes produzidos, certificando a conformidade da dosagem administrada pela caneta preenchida de insulina antes de os lotes serem disponibilizados para o mercado.

Diferente das aplicações feitas com seringas, retirando a insulina de frascos-ampola, a caneta preenchida de insulina é utilizada com agulha mais fina e curta, o que causa menos desconforto na aplicação, e já vem preenchida com insulina e dosador, garantindo maior precisão e menos riscos de erro na aplicação. Além disso, pode ser transportada com facilidade e manuseada com praticidade pelas pessoas com diabetes, seus cuidadores e familiares.

Diante desse contexto, surge a campanha “Caneta da Saúde”, uma iniciativa de saúde pública e resultado da união de esforços entre a Associação de Diabetes Juvenil (ADJ), a Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD) e a Novo Nordisk, com o apoio da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).

O objetivo é informar e educar os pacientes sobre as vantagens das canetas preenchidas de insulina, estimulando o uso do recurso que está disponível gratuitamente em todo o Brasil pelo Sistema Único de Saúde.

No site da campanha, a população encontra informações e orientações sobre o diabetes, o uso de insulina, as vantagens e benefícios da utilização da caneta preenchida de insulina, além de conteúdo que desmistifica inúmeras fake news” sobre a doença e seu tratamento. Há também uma área destinada aos profissionais da saúde, com um e-book exclusivo. Um caminhão especialmente criado para a campanha também está rodando diversas cidades pelo país para orientar a população sobre mais esse benefício do SUS.

*Priscilla Olim de Andrade Mattar é endocrinologista e diretora médica da Novo Nordisk

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também