Butantan oferece 10 mi de doses de vacina para crianças ao governo federal

O Ministério da Saúde já manifestou interesse no imunizante, mas ainda não fechou o contrato
 (Flickr/Estado de São Paulo)
(Flickr/Estado de São Paulo)
Por Gilson Garrett JrPublicado em 02/02/2022 13:57 | Última atualização em 02/02/2022 14:06Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Instituto Butantan ofereceu ao Ministério da Saúde 10 milhões de doses da Coronavac dedicadas à imunização de crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos. Segundo o presidente do laboratório paulista, Dimas Covas, o volume pode ser distribuído imediatamente aos estados, assim que o governo federal dê uma resposta.

O Ministério da Saúde já manifestou interesse no imunizante, mas ainda não fechou o contrato. Por enquanto, o governo federal só adquiriu vacina pediátrica da Pfizer e já recebeu aproximadamente 6,1 milhões de doses. Em 2021, o Butantan forneceu 100 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunização (PNI)

"Ofereci ainda um adicional de 20 milhões de doses que poderão ser entregues no prazo de 20 a 25 dias. Estamos aguardando simplesmente que chegue essa ordem do Ministério da Saúde para que a gente vacine as crianças", disse Covas em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 2.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, há duas semanas, a aplicação da vacina contra a covid-19 Coronavac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos, com exceção dos imunocomprometidos. O pedido, feito do Instituto Butantan, abrangia crianças a partir de 3 anos, mas, segundo o órgão, faltaram dados para uma autorização maior.