O contra-ataque do iFood na guerra dos apps de delivery

Depois dos motoqueiros vestidos de verde e laranja, representando UberEats e Rappi, respectivamente, será a vez dos vermelhos do iFood.

A guerra entre os aplicativos de delivery vai deixar as ruas mais coloridas. Depois dos motoqueiros vestidos de verde e laranja, representando UberEats e Rappi, respectivamente, será a vez dos vermelhos do iFood. EXAME apurou que a empresa, cujo faturamento anual é estimado em 370 milhões de reais, vai investir 100 milhões para turbinar a operação. Uma das linhas de investimento será a compra de 20.000 uniformes e mochilas vermelhos para motoqueiros. O dinheiro, que viria do próprio caixa da companhia, servirá também para expandir a equipe e melhorar a logística para reduzir o tempo de entrega. O iFood não comentou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.