Integração de Cultura com Fnac começa a sair do papel

A Cultura, no vermelho desde 2014, não quer perder o foco de vendas da Black Friday e do Natal.

São Paulo – Dois meses após a Livraria Cultura comprar a Fnac, a integração das redes começa a sair do papel. O catálogo de 220 000 livros da Cultura está sendo distribuído na Fnac, e os acervos dos sites serão integrados em outubro. Mas a reforma das 30 lojas só deverá começar em 2018. A Cultura, no vermelho desde 2014, não quer perder o foco de vendas da Black Friday e do Natal.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.