Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Swap: “fábrica de fintechs” lança solução para empresas de crédito

Fundada em 2018 por ex-funcionários da 99, a startup oferece serviços financeiros para outras empresas

Modo escuro

Ury Rappaport, Marcelo Schucman, Douglas Storf e Alexandre Takinami, da Swap: empresa levantou R$ 17 milhões com fundos como One.VC, Canary, GFC e Flourish (Swap/Divulgação)

Ury Rappaport, Marcelo Schucman, Douglas Storf e Alexandre Takinami, da Swap: empresa levantou R$ 17 milhões com fundos como One.VC, Canary, GFC e Flourish (Swap/Divulgação)

C
Carolina Ingizza

Publicado em 13 de setembro de 2021 às, 14h30.

Última atualização em 13 de setembro de 2021 às, 14h59.

A "fábrica de fintechs" Swap abre uma nova avenida de crescimento para o negócio. A empresa, conhecida pelos serviços de emissão e processamento de cartões pré-pagos, lança nesta segunda-feira, 13, uma solução para empresas que têm ou desejam ter operações de crédito.

“Nós oferecemos toda a infraestrutura para que nossos clientes possam trabalhar com crédito e coletar dados para aprimorar a análise”, diz Douglas Storf , cofundador e presidente da Swap, ao EXAME IN. Entre os primeiros 15 clientes do serviço está a fintech OpenCo, nascida a partir da fusão entre Geru e Rebel. 

Segundo o fundador, para as empresas que ainda não têm uma operação de crédito, a principal vantagem da solução é poder testar de forma rápida seu modelo de negócio usando a infraestrutura de terceiros.

Já para as companhias que estão operando, a plataforma da Swap oferece mais dados sobre o comportamento dos usuários para ajudar os clientes a reduzir os indíces de inadimplência. Ela também inclui uma solução white label, feita em parceria com a Mastercard, que permite que as empresas lancem cartões virtuais de uso único para os usuários finais.

“Nosso cliente pode embutir mais serviços financeiros, com a mesma qualidade e carinho que já faz com suas soluções atuais, assim como gerar mais aceitação e liquidez para suas soluções, sempre tendo o máximo de acesso a dados refinados que vão ajudar a evoluir sua plataforma”, diz o head de novos negócios da Swap, Marcelo Schucman.

Mas a fintech considera a solução de real time funding o carro chefe da área de crédito. "Ele permite que empresas que já tem parcerias para o uso do crédito, com companhias como Netflix e Uber, emitam um cartão ou uma infraestrutura de pagamento sem precisar manter dois saldos separados nas contas do usuário", diz Storf.

Trajetória do negócio

Fundada em 2018 por Douglas Storf e Ury Rappaport, a Swap nasceu de uma percepção que os sócios tiveram enquanto ainda trabalhavam juntos na área de pagamentos do aplicativo de mobilidade 99. A dupla percebeu o quão difícil era para uma companhia de fora do setor financeiro se aventurar nesse segmento, mas notou que era a tendência do mercado de tecnologia.

Na época, iFood, Loggi e Gympass, tentavam tirar do papel produtos financeiros próprios. "Ficou evidente que havia uma oportunidade no mercado", diz Storf. No final de 2018, então, os empreendedores saíram da 99 para criar a Swap. Para ajudá-los na frente de tecnologia, eles convidaram Alexandre Takinami, ex-engenheiro de software do Guiabolso, para ser cofundador do negócio.

Na época em que a startup foi lançada, o conceito de bank as a service (ou "banco como serviço", em português) estava nascendo. "Ninguém entendia muito bem o que era infraestrutura de pagamentos", relembra Rappaport. Hoje, depois do Pix e do open banking abrirem mercado, as "fábricas de fintech" são mais conhecidas e atraem milhões em investimento. A fintech Zoop, por exemplo, recebeu 60 milhões de reais da Movile no ano passado, enquanto o FitBank foi investido pelo banco americano J.P. Morgan.

Para a Swap, levantar investimento não foi um problema também. Desde a fundação, a empresa captou R$ 17 milhões com os fundos One.vc, Canary, GFC e Flourish Ventures, além dos investidores-anjo Ariel Lambrecht (fundador da 99), Patrick Sigrist e Guilherme Bonifácio (cofundadores do iFood). Além do capital, a empresa foi selecionada para participar do programa Mastercard Start Path, que reúne agentes do sistema financeiro para escalar jovens negócios.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Últimas Notícias

ver mais
Por que o CEO da Gerdau está batendo ponto em Brasília
Exame IN

Por que o CEO da Gerdau está batendo ponto em Brasília

Há 21 horas
23S, de Votorantim e Temasek, compra 10% da Vitru
Exame IN

23S, de Votorantim e Temasek, compra 10% da Vitru

Há 23 horas
Mais 'seletiva', CCR quer limitar exposição a aeroportos
Exame IN

Mais 'seletiva', CCR quer limitar exposição a aeroportos

Há um dia
Ancar Ivanhoe vê mercado de shoppings em ponto de inflexão
Exame IN

Ancar Ivanhoe vê mercado de shoppings em ponto de inflexão

Há um dia
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais