• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

Fluxo estrangulado: MSCI vai excluir Rússia da carteira de emergentes

Exclusão de indicadores globais vai restringir ainda mais fluxo de capital para o país, o que dificulta acesso de companhias a recursos
Bolsas: Rússia não tinha peso relevante no indicador, mas medida restringe ainda mais capital ao país (Getty Images/NurPhoto)
Bolsas: Rússia não tinha peso relevante no indicador, mas medida restringe ainda mais capital ao país (Getty Images/NurPhoto)
Por Graziella ValentiPublicado em 03/03/2022 09:21 | Última atualização em 03/03/2022 09:24Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O mercado financeiro e de capitais segue fechando o cerco contra a Rússia, na tentativa de aumentar a pressão sobre o país após a decisão do presidente Vladimir Putin de abrir fogo contra a Ucrânia, com início dos conflitos na quinta-feira da semana passada, dia 24. Ontem, foi a vez do MSCI anunciar a retirada do país da composição de seu índice de mercados emergentes. A lista de sanções econômicas, das mais diferentes origens, não para de crescer.

Em comunicado ao mercado, o MSCI informou que a decisão foi tomada após ouvir os grandes investidores institucionais mundo afora, em uma consulta que teve início no dia 28 — segunda-feira desta semana. Dessa forma, a Rússia será considerada um mercado avulso. A medida passa a valer a partir de quarta-feira da próxima semana, dia 9.

Inscreva-se no EXAME IN e saiba hoje o que será notícia amanhã. Cadastre-se aqui e receba no email os alertas de notícias e das entrevistas quinzenais do talk show.

O país não tinha participação expressiva na composição total e estava disperso em uma lista de "outros", grupo com um peso total de 23% no indicador. China lidera a concentração com pouco mais de 32% da composição total, seguida por Taiwan (16,1%), Índia (12,5%), Coréia do Sul (11,7%) e Brasil (4,6%).
Dessa forma, sua exclusão não deve significar um grande redirecionamento de recursos. A lista das 10 maiores companhias do indicador tem cinco chinesas, duas indianas, uma sul-coreana, uma taiwanesa e uma única brasileira, a Vale. A mineradora também é a principal companhia do Índice Bovespa.

Embora haja um movimento que indique um êxodo dos investimentos em companhias russas, a saída dos investidores, na prática, está difícil de ocorrer. As dificuldades vão desde o fato de o próprio mercado russo estar fechado  até a ausência de contrapartes compradoras.

O MSCI não está sozinho em sua decisão. A Bolsa de Londres, LSE, decidiu suspender as negociações com recibos de ações de empresas da Rússia e a FTSE Russel,  subsidiária da bolsa londrina que produz diversos índices de ações, vai marcar a zero os ativos do país a partir da próxima segunda-feira, dia 7. A BlackRock, a maior emissora de fundos ETFs do mundo (com quase 35% do mercado global), também suspendeu o fluxo para os fundos passivos de índices dedicados à Rússia.

Todos os movimentos ligados a índices estrangulam o fluxo de investidores passivos em ações, ou seja, que não selecionam caso a caso as aplicações, simplesmente replicam indicadores — fatia majoritária da indústria. Os fundos listados, os tais ETFs, tiveram uma explosão nas últimas duas décadas. De acordo com a plataforma financeira Statista, o volume de recursos sob gestão nos ETFs pulou de US$ 417 bilhões, em 2005, para US$ 7,7 trilhões ao fim de 2020.

E o Brasil com isso?

Neste começo de 2022, o Brasil vinha experimentando um redirecionamento de fluxo do capital externo para o país. Embora não tenha ocorrido em larga escala, foi suficiente para fazer preço no período e puxar os índices locais para cima. No total, a soma de ingressos de dinheiro estrangeiro na bolsa brasileira em janeiro em fevereiro alcançou perto de R$ 59 bilhões. Enquanto isso, o investidor local migrava suas aplicações para a renda fixa —  quase R$ 19 bilhões foram resgatados dos fundos de ações nesse mesmo intervalo.

Ainda não está claro como o conflito entre Rússia e Ucrânia vai mexer com o fluxo do mercado de capitais no mundo e se o Brasil vai seguir atrativo na comparação relativa. Além da própria Rússia, o capital internacional vem reduzindo a exposição também à China, dado o cenário de menor atividade econômica. Ambos os movimentos ocorrem há mais de um ano. No entanto, a força com a bolsa brasileira chamou atenção nesse início de ano foi surpreendente. Neste momento, há mais investidores parados, atentos às notícias, do que fazendo grandes movimentações de carteiras.

Petrobras, Vale e outras exportadoras de commodities, em uma primeira análise, podem se beneficiar duplamente: com uma alta no preço das commodities, o que deve fazer os resultados seguirem fortes, e com um possível continuidade ou até aumento do fluxo de recursos para esses negócios.

O Brasil nesse contexto pode se beneficiar também com aumento nos preços das commodities agrícolas, uma vez que a Ucrânica era uma das grandes produtoras da Europa, considerada até mesmo o celeiro do continente. Na bolsa brasileira, contudo, há um mix de empresas que sofrem com essa valorização, por terem grãos como insumos, e que se beneficiam.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Veja Também

Airbnb deixa de oferecer acomodações na China
Negócios
Há 11 horas • 2 min de leitura

Airbnb deixa de oferecer acomodações na China

Starbucks anuncia saída da Rússia após 15 anos
Mundo
Há 16 horas • 3 min de leitura

Starbucks anuncia saída da Rússia após 15 anos

Cresce suspeita de elo entre vírus de hepatite e covid-19
Ciência
Há 16 horas • 7 min de leitura

Cresce suspeita de elo entre vírus de hepatite e covid-19

Didi Global, dona da 99, vai deixar a bolsa de Nova York
Mercados
Há 18 horas • 3 min de leitura

Didi Global, dona da 99, vai deixar a bolsa de Nova York

Enjoei desaba após compra da Gringa ser suspensa
Mercados
Há 19 horas • 2 min de leitura

Enjoei desaba após compra da Gringa ser suspensa