Logo Exame.com
Breaking NewsShopping centers

Negociação de fatia do Shopping Rio Sul muda de rumo e Allos sai de cena — ao menos por enquanto

Donas de 46%, famílias sócias no shopping vão exercer direito de preferência; Allos tinha interesse em deter até 15% do ativo

Rio Sul: Allos diz que ainda tem interesse em deter até 15% do shopping
Rio Sul: Allos diz que ainda tem interesse em deter até 15% do shopping
Raquel Brandão

Raquel Brandão

12 de junho de 2024 às 20:48

Em uma mudança de rumo, a Allos não vai, ao menos por enquanto, comprar uma fatia do Shopping Rio Sul, endereço comercial emblemático da capital fluminense, com 400 lojas.

Em maio, a companhia, em um consórcio composto também por fundos imobiliários do BTG Pactual (do mesmo grupo de controle da EXAME), Vinci, XP e Capitânia, havia assinado um memorando para comprar a fatia que pertencia à Brookfield, em meio ao processo de desinvestimentos da canadense.

A Allos deteria 15% do negócio e administraria o shopping, com os fundos ficando com o restante da fatia de 54% que pertencia à Brookfield.

A água no chope, porém, se deve ao interesse das famílias que detêm os outros 46% do Shopping Rio Sul em exercer o direito de preferência.

Dessa forma, o documento vinculante assinado para a aquisição não está mais em vigor, com a suspensão das negociações.

Em documento, porém, a Allos reiterou seu interesse em deter até 15% do ativo, que não inclui as lajes comerciais.

O negócio era avaliado em R$ 1,2 bilhão.

LEIA MAIS: Liquidação? Para o BTG, é hora de comprar ações de shoppings

Para quem decide. Por quem decide.

Saiba antes. Receba o Insight no seu email

Li e concordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade

Raquel Brandão

Raquel Brandão

Repórter Exame IN

Jornalista há mais de uma década, foi do Estadão, passando pela coluna do comentarista Celso Ming. Também foi repórter de empresas e bens de consumo no Valor Econômico. Na Exame desde 2022, cobre companhias abertas e bastidores do mercado

Continua após a publicidade
BTG compra Sertrading e entra em comércio exterior

BTG compra Sertrading e entra em comércio exterior

Separada da Coty, Wella Brasil triplica crescimento e 'exporta' CEO

Separada da Coty, Wella Brasil triplica crescimento e 'exporta' CEO