• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Ebanx capta US$ 430 milhões com a Advent para expansão na América Latina

Parte do aporte da Advent vai apoiar a abertura de capital da companhia brasileira nos Estados Unidos
 (Divulgação/Ebanx)
(Divulgação/Ebanx)
Por Carolina Ingizza, Thiago LavadoPublicado em 15/06/2021 09:34 | Última atualização em 15/06/2021 11:32Tempo de Leitura: 5 min de leitura

O unicórnio brasileiro Ebanx, conhecido por intermediar pagamentos online, acaba de anunciar uma nova rodada de captação: a empresa levantou US$ 430 milhões com a gestora de private equity Advent. O aporte é um dos maiores já recebidos por uma startup brasileira — só perde para a rodada de US$ 750 milhões do Nubank.

O investimento será dividido em duas partes: US$ 400 milhões agora e outros US$ 30 milhões para apoiar a abertura de capital da empresa nos Estados Unidos, o que deve acontecer nos próximos 12 meses.

O Ebanx nasceu em 2012 em Curitiba com o intuito de facilitar que empresas globais pudessem ter opção para se conectar a meios de pagamento na América Latina. A companhia atua intermediando pagamentos para 70 milhões de compradores na América Latina em mais de 1.000 sites de empresas internacionais e nacionais, que incluem Spotify, Uber, Shopee, Alibaba e Amazon. 

O negócio se tornou um unicórnio com um aporte da americana FTV Capital em 2019, que a avaliou em mais de US$ 1 bilhão. Na ocasião, foi a primeira startup da Região Sul a atingir esse valor. Na nova rodada, o Ebanx afirmou que os fundadores permanecem como sócios majoritários e que a FTV manteve participação na empresa.

A chegada da Advent representa a vinda de um parceiro com expertise no mercado de pagamento: a gestora já aportou mais de US$ 5 bilhões em onze empresas do setor. No final de maio, a Advent investiu em outra empresa especializada na intermediação de pagamentos, a Planet Payment.

Em entrevista ao EXAME IN, Brenno Raiko, sócio responsável pelos investimentos da Advent no setor de tecnologia na América Latina, destacou que essa é a maior transação da gestora no mercado de tecnologia na região, com a participação de seus quatro fundos.

“Nós temos grande foco no setor de pagamentos globalmente. O fato de o Ebanx ter o melhor produto digital do mercado e crescer exponencialmente nos deu a convicção para transformar um namoro que vinha desde 2019 em casamento”, afirma o sócio.

Com o capital e apoio da Advent, o Ebanx planeja intensificar sua presença na América Latina. Hoje a companhia tem cerca de 1.000 funcionários e opera em 11 países da região (Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile, Peru, Equador, Bolívia, Uruguai, Costa Rica e Paraguai). A meta dos sócios é, até o final do ano, colocar a empresa em mais quatro: El Salvador, Panamá, Guatemala e República Dominicana.

A companhia também aposta em uma estratégia de fusões e aquisições para acelerar seu crescimento. Segundo João Del Valle, presidente e cofundador do Ebanx, a empresa está "em marcha acelerada" nas negociações com outras companhias e deve anunciar uma transação nos próximos dois ou três meses. O objetivo dos fundadores é encontrar um negócio com cultura compatível que possa ajudar o Ebanx a intensificar sua atuação em alguns mercados ou a explorar novas soluções de pagamentos.

Esses investimentos crescentes em expansão são a forma que o Ebanx encontrou para não perder o bom momento do e-commerce. A empresa foi beneficiada indiretamente pela digitalização da economia que a pandemia de coronavírus trouxe. Só em 2020, ela processou 145 milhões de transações em sua plataforma, 38% a mais que no ano anterior. 

"As operações locais em países como México, Colombia e Argentina são um bom exemplo dessa aceleração trazida pela pandemia. Já tínhamos planos de entrar nesses mercados, mas aumentou a demanda de alguns dos grandes marketplaces que trabalham conosco para que a gente oferecesse nossas soluções por lá", diz Del Valle.

O maior desafio para a liderança do Ebanx é orquestrar esse processo de internacionalização constante. Além de contratar equipes e se adaptar às regulamentações locais, a empresa trabalha para que sua operação pareça o mais nativa possível para os clientes dos novos mercados. Segundo o presidente, o caminho encontrado para isso é a contratação de gestores seniores em cada um dos países outro ponto que deve ser impulsionado com o capital da rodada.

Neste ano, o Ebanx projeta dobrar o volume total de pagamentos processados, batendo a marca de US$ 7 bilhões. Os sócios acreditam que, nesse estágio do negócio, o próximo passo natural será o IPO em Nasdaq. “A Advent é um parceiro fundamental nessa jornada. Estamos imaginando fazer uma grande transformação no mercado de pagamentos da América Latina, então faz sentido trazer um sócio com essa experiência e que possa nos levar ainda mais para cima”, afirma Del Valle.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

                              Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Veja Também

Como uma fintech encara o suporte ao cliente?
Um conteúdo Bússola
Há 14 horas • 4 min de leitura

Como uma fintech encara o suporte ao cliente?

Hora é de buscar o breakeven nas startups, diz João Kepler
Negócios
Há 18 horas • 7 min de leitura

Hora é de buscar o breakeven nas startups, diz João Kepler