Logo Exame.com
Americanas

Americanas suspende negociações para venda do Natural da Terra

Empresa estava em conversas exclusivas com o St. Marche para se desfazer do ativo

Americanas: negociações pausadas por preço e competição de talentos
 (Leandro Fonseca/Exame)
Americanas: negociações pausadas por preço e competição de talentos (Leandro Fonseca/Exame)
Karina Souza

Karina Souza

6 de novembro de 2023 às 21:54

A Americanas acaba de informar que vai suspender as negociações para a venda do Hortifruti Natural da Terra e que não deve retomá-las no curto prazo.

Na semana passada, o Valor Econômico noticiou que o St. Marche, controlado L. Catterton, estaria em conversas exclusivas com a Americanas para comprar a rede de supermercados, por cerca de R$ 700 milhões – um terço do valor pago pela varejista em 2021.

Sem citar nomes do possível comprador, a Americanas soltou um fato relevante informando que “está em discussões com o potencial interessado no Natural da Terra para formalizar, de comum acordo, o encerramento do período de exclusividade negociado entre as partes”.

Há quase um mês, a companhia há havia informado a desistência do processo de venda da Uni.co, dona da Imaginarium e da Puket. Na época em que lançou o processo de recuperação judicial, o plano era levantar cerca de R$ 2 bilhões com os dois ativos. A proposta mais recente que está sendo costurada com os credores já não leva em conta essas alienações.

No comunicado de hoje, além de citar preço, a varejista afirmou que não quer que o processo de venda dos ativos tire o foco do time da companhia na elaboração das demonstrações financeira de 2021 e 2022, que ainda não foram entregues, e do plano de recuperação judicial.

Segundo a companhia, apesar de serem “parte importante do plano de recuperação judicial”, as vendas de Natural da Terra e Uni.Co só fazem sentido “dentro de determinados parâmetros, principalmente de preço, mas também de condições de mercado, competição por recursos internos, gestão do time entre outros”.

Para quem decide. Por quem decide.

Saiba antes. Receba o Insight no seu email

Li e concordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade

Acompanhe:

Karina Souza

Karina Souza

Repórter Exame IN

Formada pela Universidade Anhembi Morumbi e pós-graduada pela Saint Paul, é repórter do Exame IN desde abril de 2022 e está na Exame desde 2020. Antes disso, passou por grandes agências de comunicação.

Continua após a publicidade
Em Harvard, Lemann fala sobre seu ‘não sucesso’ na Americanas

Em Harvard, Lemann fala sobre seu ‘não sucesso’ na Americanas

Americanas: “temos uma montanha para escalar” para voltar ao azul, diz CFO

Americanas: “temos uma montanha para escalar” para voltar ao azul, diz CFO