A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Seguradora chilena Avla chega ao Brasil após aporte de R$ 100 milhões

Fundada em 2008, a empresa é especializada no mercado de seguros empresariais

Depois de receber um aporte de R$ 100 milhões do fundo de investimento Creation Investments em junho, a seguradora chilena Avla desembarca no Brasil e no México. Fundada em 2008, a companhia se especializou em oferecer seguros empresariais para pequenos negócios no Chile e no Peru e, agora, está de olho no mercado de mais de 14 milhões de micro e pequenas empresas do Brasil.

Hoje, a seguradora tem cerca de 450 funcionários. No Brasil, as operações são comandadas pelo engenheiro brasileiro Felippe Astrachan, que antes estava na consultoria Bain & Company. Por enquanto, a companhia emprega 20 pessoas no país, mas deve dobrar o tamanho da equipe até o final do ano.

Em entrevista ao EXAME IN, o presidente da operação brasileira conta que a Avla foi criada com o propósito de trazer serviços financeiros e seguros para as pequenas e médias empresas da América Latina. No Chile, hoje, a empresa opera com três principais produtos: o seguro garantia, o seguro de crédito e o seguro de engenharia e responsabilidade. Somando a operação chilena e peruana, a companhia já atendeu mais de 50.000 empresas e, só em 2021, deve faturar US$ 100 milhões com os prêmios.

A companhia tem a ambição de que em quatro anos a operação brasileira seja a maior do grupo. Hoje, o Peru ocupa esse posto com cerca de US$ 50 milhões em prêmios emitidos todos os anos.

Na sua entrada no mercado brasileiro, a empresa está focando em dois principais produtos: as garantias judiciais, que liberam o fluxo de caixa de empresas durante o andamento de processos, e as garantias de performance para segurados privados, que cobrem prejuízos caso um serviço contratado não seja executado. "No Brasil, percebemos que as pequenas empresas precisam desses produtos, mas encontram muita dificuldade para aprovação. O mercado está focado nas empresas maiores", diz Astrachan.

Os preços ainda estão sendo definidos, mas o executivo diz que o plano é que eles custem um terço do que a alternativa mais usada pelas PMEs hoje, as fianças bancárias. Além da economia, a Avla quer se diferenciar pelo método de contratação: digital, flexível e rápido. “Nosso plano é ter um processo de venda ágil, com a contratação online saindo em até 15 minutos”, afirma o presidente da operação brasileira.

Na visão do executivo, o maior desafio deste início de operação será a falta de conhecimento das empresas menores sobre o seguro garantia — especialmente o judicial. Para contornar o problema, a companhia escolheu usar corretores especializados para chegar até os clientes em potencial. “Queremos trabalhar com os especialistas no produto, para que eles possam nos ajudar a desenvolver o mercado”, diz Astrachan.

Depois que o seguro garantia estiver rodando com sucesso, o plano da Avla é trazer para o país o seguro de crédito. No último ano, a empresa estruturou linhas de financiamento de mais de US$120 milhões para as PMEs do Peru e do Chile com a participação de grandes investidores internacionais, como Banco Interamericano de Desenvolvimento, FinDev Canadá e ResponsAbility.

Antes do aporte do Creation Investments em junho, a Avla havia recebido um investimento em 2019 liderado pelo braço de desenvolvimento alemão DEG e do fundo colombiano Altra Investments. Na época, o valor aportado não foi divulgado, mas a imprensa divulgou que os dois investidores adquiriram 38,7% do negócio.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também