Depois de captar US$ 525 milhões, Loft lança seguro residencial próprio

Feito em parceria com a startup 180 Seguros, o produto garante cobertura para acidentes e oferece serviços de assistência e manutenção
Florian Hagenbuch e Mate Pencz, cofundadores da Loft: com o seguro, a companhia espera impulsionar o marketing boca a boca dos seus serviços (Germano Lüders/Exame)
Florian Hagenbuch e Mate Pencz, cofundadores da Loft: com o seguro, a companhia espera impulsionar o marketing boca a boca dos seus serviços (Germano Lüders/Exame)
Por Carolina IngizzaPublicado em 19/05/2021 06:00 | Última atualização em 20/05/2021 09:47Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O unicórnio brasileiro Loft, avaliado em US$ 2,9 bilhões, está expandindo sua cesta de produtos para o consumidor que busca um imóvel para comprar. Em parceria com a startup 180 Seguros, a empresa anuncia nesta quarta-feira, 19, o lançamento do seu próprio seguro residencial. O produto será oferecido gratuitamente aos próximos 1.000 clientes que fecharem negócio com a companhia no Rio de Janeiro. A depender dos resultados dessa primeira leva, a empresa estuda oferecer o serviço para todos os demais clientes.

O lançamento do seguro acontece pouco mais de um mês depois de a Loft captar um total de US$ 525 milhões em sua rodada série D, liderada pelo fundo D1 Capital Partners. Na época da captação, a empresa disse que usaria parte do aporte, que é o maior já recebido por uma startup brasileira, para fortalecer a experiência do consumidor em sua plataforma digital de compra e venda de imóveis.

O seguro entra justamente nessa estratégia. Segundo Bruno Raposo, diretor-geral de operações da Loft, a ideia da empresa é estar presente na vida do cliente para além da assinatura da escritura. “Inspirados pelos players globais do setor, nós queremos trazer para o cliente segurança e garantias desde a busca do imóvel no site até a assistência residencial depois da mudança”, afirma Raposo.

Para evitar se aventurar em um mercado desconhecido, a Loft criou seu seguro em parceria com a startup 180 Seguros. A empresa, fundada em 2020 pelos sócios Mauro Levi, Alex Körner e Franco Lamping, é especializada em criar produtos customizados para outras companhias. “A Loft vai custear o produto para seus clientes, mas nós da 180 ficamos responsáveis por todo o pós-venda, desde o atendimento até o controle de pontos”, diz Alex Körner, cofundador e líder de seguros da startup.

Segundo a 180, o principal diferencial do seguro da Loft é o seu programa de pontos para serviços de assistência e manutenção. Além da cobertura para problemas tradicionais, como incêndios e roubos, o seguro oferece também 100 pontos para os clientes trocarem ao longo do ano. Uma visita de um eletricista, por exemplo, custa 15 pontos, enquanto a instalação hidráulica consome 20 pontos e uma limpeza de ralos e sifões, cinco.

O grande objetivo da Loft com o seguro é garantir a satisfação dos clientes com seu serviço, gerando um marketing espontâneo boca a boca que a permita diminuir seus custos com mídia paga no futuro. “Acredito que vamos levar de seis a doze meses para conseguir comprovar se essa tese de reputação está correta, mas não estamos com pressa”, diz Raposo.

O plano da empresa no longo prazo é ser para o setor imobiliário brasileiro o que a Amazon é para o comércio eletrônico dos Estados Unidos. “Há empresas nesse setor há 20 ou 30 anos, mas nenhuma tomou o cuidado para construir esse tipo de imagem e reputação, então decidimos ocupar esse espaço. Queremos que as pessoas pensem no setor imobiliário e lembrem da Loft”, afirma o diretor.

Esse investimento em imagem se tornou mais necessário desde que a companhia decidiu apostar no modelo de marketplace. Fundada em 2018 para comprar e revender imóveis, a Loft percebeu no ano passado que teria dificuldades de escalar sua operação sem usar unidades de terceiros para aumentar seu portfólio. O marketplace resolveu o problema: hoje são mais de 13.000 imóveis cadastrados no seu site. O problema é que nesse mercado atuam outras empresas experientes e bastante capitalizadas, como o unicórnio QuintoAndar e a gigante OLX, que recentemente comprou o Grupo Zap por R$ 2,9 bilhões. Conquistar a lealdade do cliente, então, é fundamental.

Mas com o caixa abastecido e um time de investidores de peso, a Loft está confiante. Para a empresa, o seguro residencial é só o começo. Ainda sem revelar quais são suas próximas apostas, a companhia diz que está estudando o lançamento de outros serviços que possam ajudar seus clientes a buscar, comprar e se mudar para um novo imóvel.