Buffett compra 9% da Occidental: o Oráculo também mirou no ouro negro

Mais da metade das aquisições foi realizada na semana passada e posição total supera US$ 5 bilhões
Warren Buffett: carta anual mostrou falta de ânimo com ativos, e nada comentou da tacada deste começo de ano (Bloomberg/Christopher Goodney)
Warren Buffett: carta anual mostrou falta de ânimo com ativos, e nada comentou da tacada deste começo de ano (Bloomberg/Christopher Goodney)
Por Graziella ValentiPublicado em 06/03/2022 11:40 | Última atualização em 06/03/2022 11:55Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Apesar de não ter encontrado no mercado de ações nada muito animador, Warren Buffet, conhecido como o Oráculo de Omaha, achou ao menos como se proteger no atual cenário, que combina inflação no mundo todo e agora também guerra. Na sexta-feira, dia 4, a Berkshire Hathaway, sua holding de investimentos, informou à comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos (SEC) que possui uma posição de 91,2 milhões de ações da Occidental Petroleum, o equivalente a uma fatia superior a US$ 5 bilhões e pouco mais de 9% do capital total da empresa de petróleo e gás.

Antes mesmo do ataque da Rússia à Ucrânia, no dia 24 de fevereiro, o petróleo já vinha em alta, junto com algumas outras commodities. O conflito, porém, reforça a tese de valorização de matérias-primas básicas. Na carta anual aos investidores, referente a 2021, Buffett revelou seu desânimo sobre tacadas interessantes. No entanto, nada comentou sobre esse investimento.

Inscreva-se no EXAME IN e saiba hoje o que será notícia amanhã. Cadastre-se aqui e receba no email os alertas de notícias e das entrevistas quinzenais do talk show.

Dessa posição, mais de dois terços foram adquiridos ao longo da semana passada — o restante em algum outro momento de 2022, uma vez que no balanço de fechamento do ano passado não apareciam ações da companhia. Os papéis da Occidental, agora avaliada em US$ 52 bilhões, tiveram forte valorização neste começo de ano, especialmente nos últimos dias. Somente no pregão de sexta-feira, a alta foi de quase 18%. Certamente, parte dessa alta é efeito da pressão compradora gerada pela própria Berkshire.

O investimento de Buffett na companhia, porém, não termina aí. Ou melhor, não começa aí. Além da posição montada neste ano, a Berkshire possui ainda warrants, uma espécie de título conversível, que no total faz a posição do mega investidor subir a relevantes 17% da empresa, que possui operações nos Estados Unidos, no Oriente Médio, no Norte de África e na América do Sul.

Esses títulos rendem o direito a um dividendo mínimo de 8% ao ano. Nos Estados Unidos, é muito comum que ações sem direito a voto, como as preferenciais no Brasil, sejam usadas como uma espécie de instrumento de dívida. As warrants pertencem a Buffett devido a um acordo realizado em 2019 que incluía um empréstimo de US$ 10 bilhões para que a Occidental comprasse a Anadarko — uma tacada de US$ 38 bilhões na época.

Ao longo de 2020, a Occidental realizou parte dos pagamentos à Berkshire em ações, no lugar de dividendos, como forma de economizar caixa diante do colapso do preço petróleo em março daquele ano, praticamente ao mesmo tempo em que ocorria a explosão da covid-19. Entretanto, os balanços da holding do período indicam que os papéis foram vendidos no mercado quase tão logo recebidos, uma vez que a posição no ativo não aparece nos resultados nem do primeiro, nem do segundo trimestre, conforme informações publicadas pela CNBC.

O preço do barril de petróleo para entrega em maio superou os US$ 118 na sexta-feira, ante pouco menos de US$ 80 no fechamento de 2021. Essa cotação não era registrada desde 2008. As sanções econômicas impostas à Rússia tornaram muito difícil adquirir o óleo daquele país por estrangeiros. Para completar, há preocupações em relação à oferta devido aos incessantes conflitos no Oriente Médio.

Também no dia 4, o banco de investimentos JP Morgan fez um relatório apontando que a conta da guerra deverá ficar mais salgada, para o mundo todo, se a vendas da Rússia continuarem paralisadas. Nesse cenário, o preço do brent no fim deste ano poderia chegar a US$ 185.

Buffett pode não ver muita graça em investir em petroleiras, ou não achar o negócio tão inovador ou emocionante, já que como toda commodity é algo cíclico. Mas tudo indica que a noção de “momentum” do oráculo continua para lá de azeitada.

No Brasil, a Petrobras também tem refletido o cenário externo. A companhia está avaliada em aproximadamente US$ 92 bilhões, o equivalente a R$ 467 bilhões. As ações ordinárias da petroleira brasileira subiram da casa dos R$ 30, no fim do ano passado, para quase R$ 37.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.