Brasil

As 5 cidades brasileiras com pior qualidade de vida

André Martins

10 de julho de 2024 às 14:50

Foto: São Paulo - Pedestres na Avenida Paulista durante frente fria que derrubou a temperatura na capital. (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) divulgou o primeiro relatório do Índice de Progresso Social do Brasil (IPS Brasil), que mede a qualidade de vida nos 5,57 mil municípios brasileiros, nas 26 unidades federativas e o Distrito Federal.

O IPS Brasil utilizou 52 indicadores de órgãos oficiais e de institutos de pesquisa, como o DataSUS, Conselho Nacional de Justiça, Mapbiomas, Anatel e CadÚnico, para definir três dimensões principais: Necessidades Humanas Básicas; Fundamentos para o Bem-estar; e Oportunidades.

A partir de 2024, o IPS Brasil será atualizado anualmente, permitindo a comparação do desempenho socioambiental dos municípios ao longo do tempo. Esta atualização frequente é crucial para captar mudanças e tendências

Foto: Amazônia Legal (Andre Pinto/Getty Images)

As piores cidades estão nos estados de Roraima e no Pará, na região da Amazônia. Veja o ranking com as cinco piores cidades para se viver no Brasil:

Foto: (sem legenda) (Prefeitura Uiramutã /Divulgação)

5571: a cidade de Uiramutã, em Roraima, registrou 37,63 pontos no IPS Brasil e foi a cidade com pior qualidade de vida

5570: Alto Alegre, em Roraima, teve 38,38 pontos no IPS Brasil

5569: Trairão, no Pará, teve 38,69 pontos no IPS Brasil

5568: Bannach, no Pará, teve 38,89 pontos no IPS Brasil

5567: Jacareacanga, no Pará, teve 38,92 pontos no IPS Brasil

Veja detalhes do ranking