SUA CARREIRA com Da Redação

Esta mania de alguns candidatos irrita (muito) os recrutadores

Vai passar por um processo seletivo? Cuidado para não cometer um vício de linguagem muito frequente entre candidatos

São Paulo — Como você descreve suas próprias realizações durante a entrevista de emprego? Cuidado para não cometer um vício que irrita muitos recrutadores, avisa Caroline Cadorin, diretora da Hays Experts. Confira mais um vídeo de carreira de EXAME.com.

Notícias sobre
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

  1. Joao Santos Tabuada

    Rá,Rá,Rá-ajudou muitoo…..como que 95 % dos desempregados que são hoje de nivel “chão de fábrica” irá descrever seus “projetos” suas realizações…suas metas etc e tal????O Joca da produção dirá que fez grandes realizações, do tipo: Mudei o cesto de lixo de lugar, “poenhei” perto da porta, assim a fedentina não chegava até a produção. O “seo” Guda, descreve seu feito de consertar a resistencia do marmiteiro, já que a equipe de manutençao, estava ocupadíssima retirando o ar condicionado da sala do bestalhão do chefe mor.

  2. Leandro Carvalho

    Acredito que possa ver de uma outra perspectiva. Afinal mesmo os colaboradores de base podem sim falar suas realizações e contribuições para empresa e principalmente ter metas. Pense bem um colaborador de limpeza que tem como contribuições e legado o bom relacionamento com as pessoas, proatividade e atenção mantém os clientes e outros funcionários e assim aumenta também a satisfação é produtividade de todos estão ao redor pelo ambiente salutar. Ainda temos o trabalhador braçal e de manutenção podendo ter como legado aumento de produtividade e mantendo a “engrenagem” funcionando e permitindo que todos tenham condições alcançar sua metas de produtividade etc.
    Não podemos subestimar a contribuição e a importância dá base nas empresas, pois os altos cargos fazem sentido a partir do momento conseguimos dar significados ao trabalho na base. Assim vejo como relevante sim o citado. Cabe ao empregador também saber tirar estas informações na entrevista, pois por vezes este consciência não foi gerada nos entrevistafos ou os que a tiverem serão diferencial no mercado.

  3. Recrutadores = lixos!

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.