com Priscila Yazbek

Por que gastamos mais quando estamos tristes?

O consultor financeiro André Massaro discute a relação entre as emoções e o descontrole financeiro

São Paulo - Que atire a primeira pedra quem nunca usou o cartão de crédito sem necessidade depois de passar por uma frustração. Buscar nas compras uma compensação por um sentimento de tristeza é mais comum do que se imagina, segundo estudiosos das finanças comportamentais, vertente da psicologia econômica que analisa a relação entre as emoções e as decisões financeiras. Veja no vídeo do consultor financeiro André Massaro por que gastamos mais quando estamos triste.