Xiaomi começa a vender smartphones no varejo

Venda de produtos, entretanto, não será pelo modelo mais comum; entenda

São Paulo – A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi começou a vender produtos em varejos online nesta semana. Desde sua estreia no Brasil, em julho, a empresa vendia o aparelhos somente em sua loja online e em dias específicos da semana, quando aconteciam os chamados eventos de vendas.

Com preço sugerido de 729 reais, o Redmi 2 Pro é o primeiro produto que a empresa disponibiliza ao varejo. Entretanto, os métodos não são os mesmo praticados por outras empresas. 

Por exemplo, se você compra o smartphone nos sites da B2W (Americanas.com, Shoptime e Submarino), quem fica responsável pela entrega é a própria Xiaomi.

A iniciativa não é exclusiva para o mercado brasileiro. A fabricante adotou modelos de negócios semelhantes em países como China e Índia. 

O aparelho mais simples da Xiaomi, o Redmi 2, também é vendido em conjunto com planos da operadora Vivo.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.