Veja como é o centro de combate ao cibercrime da Microsoft

Empresa inaugurou um centro futurista que irá investigar, em tempo real, casos de crimes na internet relacionados a malware e até pedofilia

São Paulo – Todos os anos, casos de crimes na internet impactam a vida de milhares de pessoas. Tendo isso em vista, a Microsoft resolveu aproveitar seus conhecimentos em tecnologia e big data para criar um centro de combate ao cibercrime, o Centro de Combate aos Crimes Cibernéticos.

Futurista, o local irá reunir especialistas como advogados, peritos e investigadores em torno do que há de mais moderno na luta contra todo o tipo de crime cibernético, daqueles associados a malware e até casos de exploração infantil ou tráfico humano.

As tecnologias que estarão disponíveis no local permitirão que equipes da Microsoft e parceiros, como a Interpol, por exemplo, identifiquem ameaças em tempo real. De acordo com a empresa, a ação do centro será estendida para filiais localizadas por todo o mundo e tem como objetivo tentar tornar a internet um lugar mais seguro.

Veja algumas imagens do Centro de Combate aos Crimes Cibernéticos nesta galeria. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também