Uber testa serviço de assinatura mensal que dá desconto aos usuários

Iniciativa está em fase de avaliação nos Estados Unidos e inclui também o uso ilimitado das bicicletas e dos patinetes elétricos da empresa
Economia: usar o aplicativo pode ficar mais barato com a assinatura de um plano mensal (Germano Lüders/Exame)
Economia: usar o aplicativo pode ficar mais barato com a assinatura de um plano mensal (Germano Lüders/Exame)
R
Rodrigo LoureiroPublicado em 22/07/2019 às 18:07.

São Paulo – Já faz algum tempo que a Uber deixou de ser apenas uma empresa que trabalha com o transporte de passageiros por carros ao investir em transportes como patinetes e bicicletas e até mesmo na entrega de refeições. Para integrar tudo isso em uma única plataforma, a companhia americana está testando a criação de um plano de assinatura mensal para seus serviços.

De acordo com o TechCrunch, o passe mensal da plataforma custa 24,99 dólares e dá direito a descontos das viagens realizadas pelo aplicativo. Ainda em fase de testes em San Francisco e em Chicago, ele inclui também o uso ilimitado dos patinetes e das bicicletas elétricas da JUMP, startup adquirida pela empresa em maio do ano passado e que deve trazer seus produtos ao Brasil ainda neste ano, além da taxa zerada para entrega de refeições pelo Uber Eats.

Vale lembrar que essa não é a primeira iniciativa da empresa comandada por Dara Khosrowshahi neste sentido. Em outubro do ano passado, a companhia lançou em algumas cidades americanas o Ride Pass, um serviço que permitia pagar 15 dólares para obter sempre um preço fixo por corridas, sem sofrer a variação de valores por conta de tarifas dinâmicas.

Mais do que uma alternativa para os consumidores, a iniciativa é uma resposta ao mercado. Em março desde ano, a Lyft, principal corrente da Uber no setor, anunciou um sistema semelhante nos Estados Unidos e que permitia a cobrança de 299 dólares por mês e que dariam direito a 30 corridas de até 15 dólares por viagem.