Twitter lança áudio por DM no Brasil; por ora só iPhone conseguirá enviar

Envio de áudio por DM não poderá exceder 140 segundos. EXAME teve acesso antecipado às funções.

O Twitter vai iniciar os testes de envio de áudio por mensagem direta, as famosas DM, no Brasil a partir da próxima semana. Exame teve acesso antecipado à função, que por enquanto está disponível para ser enviada apenas por iPhones.

Qualquer smartphone ou mesmo o Twitter web podem ser utilizados para escutar as mensagens de áudio, no entanto. Segundo o Alex Ackerman-Greenberg, diretor de produto de mensagem direta no Twitter, a função será expandida posteriormente, para que qualquer sistema operacional móvel possa enviar as mensagens de áudio. "A capacidade de gravar está sendo desenvolvida para Android", disse o executivo.

Diferente dos mensageiros, os áudios no Twitter têm tamanho máximo medido em segundos. Curiosamente, eles só podem ter 140 segundos. Número simbólico para a rede social, que ficou conhecida pela característica de microblog que apenas permitia textos de 140 carácteres -- a quantidade dobrou em 2017.

A escolha do Brasil é natural se levarmos em conta a interação que o brasileiro tem com tecnologia. Outras redes sociais já escolheram testar novidades por aqui, como o Instagram que retirou a contagem de curtidas ou apresentou o recurso Cenas, concorrente do TikTok, primeiro no país.

 (Twitter/Reprodução)

A adoção ampla de material de áudio no Brasil pode ter a ver com a escolha também. Um levantamento feito pela Exame em parceria com a plataforma de pesquisas digitais MindMiners revela que os áudios caíram no gosto popular, principalmente por causa do WhatsApp: 56% dos respondentes afirmaram gostar ou gostar muito de enviar áudios, enquanto 57% afirmaram gostar ou gostar muito de recebê-los. Cerca de 20% dos entrevistados dizem não gostar ou não gostar nada das interações via mensagens de voz.

O portal americano The Verge havia antecipado a notícia de que haveria o teste da função no Brasil, mas não tinha dado detalhes de data ainda, nem de sistema operacional.

Correção: uma versão inicial deste texto afirmava que o recurso chegaria na quinta-feira, 24. A informação foi atualizada às 15h50.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.