TVs Oled da LG têm problemas em menos de um ano de uso

Televisões da sul-coreana tiveram danos permanentes em teste
 (LG/Divulgação)
(LG/Divulgação)
L
Lucas Agrela

Publicado em 17/09/2018 às 12:43.

Última atualização em 18/09/2018 às 20:39.

São Paulo – Se você já teve uma TV por muitos anos, ligada sempre no mesmo canal, provavelmente já notou que a tela fica com a marca do logotipo da emissora, mesmo quando você troca de canal. Isso acontece porque os pixels sofrem o que é chamado de burn-in, quando eles ficam com danos permanentes. Em um teste da Rtings, que avalia eletrônicos, as TVs Oled da LG, com até 30 mil horas de proteção contra o problema prometida pela marca, apresentaram burn-in após 4 mil horas, em 32 duas semanas de exibição de conteúdo.

Foram usadas seis TVs da sul-coreana, todas do mesmo modelo, chamado C7 Oled TV. Eles ficaram ligadas por cinco horas seguidas e eram desligadas por uma hora, uma rotina repetida quatro vezes ao dia. Ou seja, os aparelhos ficavam ligados 20 horas por dia, um teste mais agressivo do que a média prometida pela LG, que é de 8 horas por dia, por dez anos.

A maioria das TVs, cinco delas, tiveram o brilho limitado a 200 nits. A última foi ajustada com o máximo de brilho. Três das seis unidades tiveram problemas de burn-in. Duas delas, uma com brilho no máximo, exibiam programação da emissora CNN e tiveram problema na reprodução das cores vermelho e magenta. A terceira teve um problema mais leve de burn-in, deixando a marca de um logotipo do jogo Fifa 2018, usado no teste. Outras TVs avaliadas com o sinal de emissoras não tiveram problemas registrados até o momento–o teste ainda está em desenvolvimento.  De acordo com o site ZDNet, televisores Oled da LG, usados no aeroporto internacional de Incheon, na Coreia do Sul, apresentaram problemas de burn-in após poucos meses de uso.

Procurada, a LG disse o seguinte sobre o caso:  "LG Electronics informa que as TVs OLEDs têm algoritmos avançados para prevenir esse problema e que imagens de retenção permanentes são raras sob condições normais de visualização. Quanto ao problema nos aeroportos de Incheon, a LG aponta que a retenção de imagem ocorreu sob condições de extremos de uso. Por isso, seria errado dizer que todas TVs OLED sofrerão retenção permanente de imagem”.