Turquia restaura acesso ao YouTube

As restrições ao YouTube foram impostas no final de março depois de ter sido publicado no site o áudio de uma reunião de segurança do governo

Autoridades da Turquia informaram que restauraram o acesso ao YouTube cinco dias depois de a corte máxima do país decidir que o banimento de dois meses ao site de compartilhamento de vídeos violava a liberdade de expressão.

A imprensa turca reportou que a decisão do Tribunal Constitucional foi entregue ao regulador de telecomunicações do país nesta terça-feira. No final da tarde, hora local, o YouTube se tornou acessível.

As restrições ao YouTube foram impostas no final de março depois de ter sido publicado no site o áudio de uma reunião de segurança do governo. Na gravação, altos funcionários pareciam estar discutindo uma possível intervenção militar na Síria.

Um advogado que representa o YouTube, a associação de bacharéis do país e legisladores do principal partido de oposição da Turquia apelaram para o tribunal superior, sob a alegação de a proibição ser inconstitucional. Fonte: Associated Press.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.