Trump aprova acordo para a venda TikTok e app não será mais banido nos EUA

O presidente disse no sábado que estava satisfeito com o acordo do aplicativo com a Oracle e o Walmart; proibição do app foi adiada em uma semana

O presidente americano Donald Trump disse na noite de sábado (19) que estava satisfeito com o acordo entre a Oracle, o Walmart e o TikTok para a venda das operações do aplicativo nos Estados Unidos, marcando uma virada de última hora no imbróglio entre a rede social e o governo americano.

Com a decisão de Trump, que ainda precisa ser oficializada, o Departamento do Comércio decidiu adiar por uma semana a ordem que exigia a retirada do TikTok das lojas de aplicativos nos Estados Unidos a partir deste domingo.

O acordo entre a ByteDance (empresa dona do TikTok) e as empresas americanas prevê a criação de uma nova empresa, a TikTok Global, baseada nos Estados Unidos. Esta nova empresa contará com uma participação de 20% da Oracle e do Walmart.

O restante do capital social (80%) continuará sendo da ByteDance que tem entre os seus investidores os fundos americanos General Atlantic, Sequoia Capital e Coatue Management. Dessa forma, 53% do capital da TikTok Global será controlado por empresas americanas, o que satisfez a Casa Branca. O fundador da ByteDance Zhang Yiming e funcionários da empresa continuarão a ter uma participação na companhia.

“Será uma empresa totalmente nova. Não terá nenhuma relação com nenhum país estrangeiro”, disse Trump.

A transação ainda precisa ser avaliada e aprovada pela Comissão de Investimentos Estrangeiros, do Departamento do Tesouro.

Em nota publicada no Twitter no sábado à noite, o TikTok disse que o acordo com a Oracle prevê que a companhia americana ficará responsável por armazenar os dados dos cerca de 100 milhões de usuários que o TikTok tem hoje nos Estados Unidos para satisfazer as exigências do governo americano relacionadas à segurança nacional.

“Estamos contentes que a proposta feita pelo TikTok, a Oracle e o Walmart vão resolver as preocupações de segurança do governo dos Estados Unidos e solucionar as questões sobre o futuro do TikTok nos Estados Unidos”, disse a empresa.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.