TikTok, que nada: para Zuckerberg, a Apple é a maior concorrente do Facebook

Para Zuckerberg, que não poupa críticas sobre as decisões da maçã, a companhia criada por Steve Jobs está "enganando" os usuários

"Enxergamos a Apple como um dos nossos maiores concorrentes", afirmou Mark Zuckerberg, do Facebook, em uma ligação com investidores realizada nesta quarta-feira, 27, após a publicação dos resultados financeiros da companhia.

Para Zuckerberg, que não poupa críticas sobre as decisões da maçã, a companhia criada por Steve Jobs está "enganando" os usuários quando diz estar preocupada com a privacidade deles.

Isso porque, em breve, um recurso chamado App Tracking Transparency, cujo objetivo é avisar os usuários quando um aplicativo não respeitar a sua privacidade, será lançado pela Apple.

Quando se tornar vigente, o recurso exigirá que uma notificação seja enviada às pessoas pedindo permissão para que exista um rastreamento "de aplicativos e sites de outras empresas" – e a expectativa é que os usuários não aceitem.

Zuckerberg acredita que o impedimento de anúncios personalizados pode afetar diretamente nos negócios do Facebook e pode “tornar a internet mais cara” porque, segundo ele, muitos serviços digitais são gratuitos por conta da publicidade.

Para ele, ao tornar essa opção viável, a Apple manterá todos os dados do usuário para si mesma, tirando a possibilidade de outras empresas fazerem o mesmo.

"Estamos vendo que os negócios da Apple dependem mais e mais de ganhar uma parcela em aplicativos e serviços que estão contra nós e outros desenvolvedores. Então a Apple tem todo o incentivo para usar sua posição de plataforma dominante para interferir em como os nossos aplicativos e outros apps funcionam, o que eles fazem com frequência para beneficiar os próprios apps. E isso impacta no crescimento de diversos negócios no mundo todo", disse.

O bilionário também acredita que o WhatsApp é mais seguro que o iMessage, aplicativo de mensagens da fabricante do iPhone, uma vez que sua criptografia de ponta-a-ponta o torna "claramente superior".

"A Apple lançou recentemente uma função focada nos dados que os aplicativos coletam em vez de focar na privacidade e na segurança das mensagens dos usuários, mas o iMessage armazena backups das conversas sem criptografia de ponta-a-ponta no iCloud a não ser que você desabilite essa opção", afirmou.

"O que uma rede social disse para uma maçã?" parece uma questão digna de começo de piadas infantis, mas diz respeito a duas gigantes americanas que dominam o mercado da tecnologia. Resta saber o que está por vir.

O lucro da rede social

O Facebook teve uma receita de 28 bilhões de dólares no último trimestre de 2020, o que representa um crescimento de 23,8% em relação a 2019, e chegou ainda mais perto da marca de 3 bilhões de usuários ativos mensais (MAU, na sigla em inglês), fechando o ano com 2,8 bilhões de pessoas online na plataforma.

O número de usuários ativos do Facebook tem uma importância significativa no mundo dos negócios e é olhado de perto por investidores no mundo todo, uma vez que indica quantas pessoas poderão ver os anúncios exibidos e ajuda as empresas a calcular quanto elas podem faturar ao anunciar na rede social.

Os anúncios também têm impactos diretos nos ganhos. Ao todo, a receita de publicidade do quarto trimestre era de 27,1 bilhões de dólares — no mesmo período de 2019, eram 20,7 bilhões de dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.