TCL mostra celular que vira tablet e novas TVs 8K

A companhia chinesa busca a liderança do mercado global de televisores e aposta em inovação de tela em smartphones

Você gosta de celulares com tela grande, mas sente dificuldade de usá-lo com apenas uma das mãos ou ele fica grande demais para caber no bolso? A chinesa TCL apresentou um conceito de smartphone que resolve esse problema. Com uma tecnologia chamada Rollable Display, o celular consegue expandir sua tela e transformar-se em um tablet.

A tela do aparelho é retrátil. Ela fica encolhida quando no modo celular e se expande verticalmente no modo tablet. Com a transformação, o aparelho passa de um display de 6,7 polegadas para 7,8 polegadas – tamanho que é similar ao do iPad Mini, da Apple.

O display do produto tem tecnologia Amoled, que conta com uma matriz ativa de pixels que se autoiluminam. Por não precisar de um painel de LED como em telas comuns de TVs, ele é maleável. Não à toa, é essa tecnologia que foi usada pela Samsung no celular dobrável Galaxy Z Flip.

O produto, assim como muitos apresentados na CES, a maior feira de tecnologia do mundo, não tem previsão de chegada ao mercado global ou preço sugerido.

Veja, no vídeo abaixo, como funciona o smartphone com tela retrátil da TCL.

TV 8K

A fabricante chinesa também apresentou TVs com telas que têm tamanhos de até 85 polegadas. Chamada XL Collection, conta com tecnologia de tela QLED, que utiliza película de pontos quânticos, assim como as TVs das rivais Samsung e LG. O modelo mais avançado dessa linha tem resolução 8K.

Os televisores têm a plataforma da Roku. Os modelos intermediários da TCL terão telas com taxa de atualização de imagem de 120 Hz para dar maior fluidez em filmes de ação e jogos, além de tecnologias de vídeo e som Dolby Vision e Atmos.

O modelo topo de linha, que é 8K, terá a mais nova tecnologia da empresa de mini-LED, chamada OD Zero. As concorrentes Samsung e LG também apresentaram televisores com tecnologia mini-LED para a CES 2021.

Com os novos lançamentos, a companhia chinesa busca avançar no mercado global de eletrônicos de consumo e se posicionar como uma das principais empresas de tecnologia, ao lado das companhias sul-coreanas e da japonesa Sony. A TCL é a segunda empresa que mais vendeu televisores no segundo trimestre de 2020 no mundo, segundo informações da consultoria Omdia (antiga IHS Markit). A líder do setor é a Samsung.

“O ano passado foi único para a TCL, mas, apesar de tudo, a equipe nunca perdeu de vista seu objetivo de se tornar a marca de eletrônicos de consumo preferida da América e manter seu status – a marca de TVs número dois em vendas nos Estados Unidos. Não só as necessidades dos consumidores nos impulsionam em direção a essa conquista, já que as pessoas olhavam para a TV em busca de entretenimento mais do que nunca, mas as telas grandes eram exigidas e o desempenho da imagem se tornou ainda mais importante. Como resultado, tecnologias como o mini-LED e QLED fizeram muito mais sentido à medida que nos aproximamos da CES “, afirma, em nota, Chris Larson, vice-presidente sênior da TCL.

CES 2021

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.