Suécia testa 1ª rodovia elétrica para caminhões do mundo

Suécia está comprometida em ter um setor de transporte independente de combustíveis fósseis até 2030.

São Paulo - A Suécia inaugurou neste mês o primeiro sistema de rodovia elétrica para transporte de cargas pesadas do mundo, investida que vai ao encontro da meta do país de tornar toda a sua frota de transporte livre de combustíveis fósseis até 2030.

Durante os próximos dois anos, um trecho de dois quilômetros na rodovia E16 ao norte de Estocolmo, equipado com a tecnologia 'eHighway', da multinacional Siemens, passará por testes. Segundo a empresa, esse sistema é duas vezes mais eficiente no consumo de energia que o convencional sistema de combustão interna e, também, menos poluente.

Dois caminhões híbridos (diesel e elétrico) da Scania foram adaptados para o teste, que vai criar uma base de conhecimentos para saber se o sistema de rodovia elétrica é adequado para o futuro uso comercial de longo prazo. 

Copyright: Scania CV AB

Como funciona

A operação é simples. Os caminhões se movimentam por um mecanismo instalado no topo, chamado de pantógrafo inteligente, combinado com um sistema de acionamento híbrido.

Sensores permitem que o pantógrafo seja conectado e desconectado da rede aérea a velocidades de até 90 km por hora. Graças ao sistema híbrido, também são possíveis operações fora da linha de contato, mantendo assim a flexibilidade dos caminhões.

Soluções de baterias ou gás natural, por exemplo, também podem ser implementadas como uma alternativa ao sistema de acionamento híbrido a diesel.

É inevitável indagar por que o país não considera transportar mais mercadorias por meios ferroviários, prática já estabelecida por lá.

Segundo a Siemens, o crescimento esperado para o transporte rodoviário de mercadorias vai ser tão grande quanto o do transporte de cargas por ferrovia, então o ideal é realmente encontrar uma forma de torná-lo mais sustentável, sem sobrecarregar outros meios.

Outro motivo é que nem toda mercadoria pode ser transportada por trem. 

"De longe a maior parte das mercadorias transportadas na Suécia passa pelas rodovias, mas apenas uma parte limitada das mercadorias pode ser transferida para outros tipos de modal. É por isso que temos de libertar os caminhões de sua dependência de combustíveis fósseis, para que eles também possam ser utilizados no futuro. Rodovias elétricas oferecem essa possibilidade e são um excelente complemento para o sistema de transporte", diz Anders Berndtsson, estrategista-chefe da Administração de Transportes da Suécia, em nota.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.