A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Spotify lança novo modelo de venda de publicidade para podcasts no Brasil

Novidade irá permitir que anunciantes adquiram inserção publicitária em originais e exclusivos da plataforma diretamente junto ao Spotify

O Spotify lança nesta quinta-feira, 2, um novo modelo de publicidade no Brasil, chamado de Spotify Podcast Ads. O modelo é voltado para os anunciantes, que compram veiculações de anúncios em podcasts pelo Spotify, ao invés de negociar a inserção junto aos produtores de conteúdo.

De acordo com a empresa, o novo modelo traz relatórios com impressões de anúncios confirmadas no lugar do volume de downloads. Há ainda informações como alcance e frequência da publicidade, o que permite tirar mais dados dos anúncios na plataforma e tomar melhores decisões para campanhas.

Apesar de ter a plataforma para a inserção dos anúncios em podcasts, o Spotify diz que nada muda em relação às assinaturas, e usuários que pagam pelo serviço continuam sem ouvir publicidade.

A nova função estará disponível em podcasts originais e exclusivos do Spotify. A primeira empresa a comprar anúncios direto pelo Spotify é a Chevrolet.

Ainda segundo a empresa, o movimento acontece em meio a um cenário aquecido para o conteúdo em áudio: o consumo mundial cresceu 95% no último ano e taxas de retenção atingiram níveis históricos.

“Com o Spotify Podcast Ads, pretendemos levar a publicidade de podcast para o próximo nível, oferecendo às marcas insights exclusivos sobre seus públicos e soluções criativas que podem realmente capturar a atenção do consumidor. Estamos muito animados com o impacto que podemos oferecer”, afirma Jon Hales, diretor interino de vendas do Spotify na América Latina.

A novidade é parte de uma investida de peso que o Spotify vem fazendo rumo ao mercado de áudio e também de publicidade. Centralizando a compra de anúncios na plataforma, a empresa teria um modelo de publicidade digital mais próximo de empresas como Google e Facebook, por exemplo.

No ano passado, o Spotify foi às compras e em meio a produtoras adquiriu também a Megaphone, uma empresa focada em direcionar publicidade em inserções de áudio, que deve dar mais tração para a empresa sueca nesse segmento.

Em fevereiro deste ano, quando anunciou uma expansão do serviço para 80 novos países, a empresa também apresentou um novo formato de propaganda em podcasts. À época, Dawn Ostroff, diretora de conteúdo no Spotify, afirmou que a plataforma conseguiu mudar o formato de podcasts: antes era mais comum o download dos episódios, o que deixava anunciantes “no escuro”, sem dados e métricas sobre se anúncios foram ouvidos, por quem e qual o impacto disso.

Com isso, a audição dos programas se tornou streaming e permite coletar mais informações sobre audiência. Como o tempo de consumo de áudio em países como os EUA é semelhante ao consumo de vídeo, é esperado que o mercado publicitário, um pouco mais tímido nos áudios, sofra uma expansão acelerada.

Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia. Assine a EXAME.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também