A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Só 2% dos criadores de apps ganham mais de R$200 mil por mês

Apesar dos games estarem entre os mais lucrativos, 57% deles rendem menos de 500 dólares por mês

São Paulo - Apenas 2% dos desenvolvedores de aplicativos ganham mais de 100 mil dólares (220 mil reais) por mês, enquanto metade desses profissionais, que criam apps para Android e iOS, ganham menos de 500 dólares (1.100 reais) mensalmente. É o que indica uma pesquisa realizada pela consultoria Developer Economics.

Os desenvolvedores que mais conseguiram lucro publicaram ao menos 11 aplicativos, e a grande maioria deles são jogos. Contudo, apesar dos games estarem entre os mais lucrativos, 57% deles rendem menos de 500 dólares por mês.

Em termos gerais, a plataforma móvel da Apple, o iOS, é a mais lucrativa, uma vez que 11% dos desenvolvedores ganham mais de 25 mil dólares mensalmente, enquanto essa porcentagem no Android é de 6%.

A pesquisa da Developer Economics indica ainda que os tipos mais rentáveis de aplicativos são os voltados para empresas. Essas iniciativas têm duas vezes mais chances de renderem mais de 5 mil dólares ao mês e têm probabilidade três vezes maior de ultrapassar a marca de lucro de 25 mil dólares mensais.

Os dados da Developer Economics reforçam a pesquisa divulgada neste mês pela empresa de análises móveis Adjust, que indicava que 80% dos aplicativos da App Store são "zumbis". Isso significa que eles não estão estagnados e praticamente não são baixados por nenhum usuário de smartphone.

Vale notar que 47% dos desenvolvedores para iOS não estão usando a linguagem Objective-C e 42% dos profissionais do Android não programam em Java, o que indica o uso de ferramentas que ajudam a escrever apps em HTML, CSS ou em Javascript.

O estudo foi realizado com 10 mil desenvolvedores de aplicativos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também