Samsung deve apresentar Galaxy S21 para manter a liderança na era do 5G

Novos smartphones devem contar com 5G e fazem frente ao iPhone 12

A sul-coreana Samsung deve apresentar hoje os novos modelos de smartphones da linha Galaxy S21, que integram a linha de celulares mais sofisticados da companhia e disputam no mesmo segmento de mercado que o iPhone 12, da Apple. No ano passado, a linha S20 chegou com três modelos e a estratégia deve ser mantida em 2021, segundo informações vazadas da cadeia global de fornecedores da empresa. 

Os produtos da linha S21, assim como no ano passado, devem ser compatíveis com a tecnologia 5G, segundo analistas, e ampliam a quantidade de celulares compatíveis com a internet móvel que já funciona no Brasil de forma adaptada, por uma implementação chamada DSS, que utiliza frequências de 4G.

Os novos aparelhos são anunciados ao mercado global na mesma semana em que acontece a CES 2021, maior evento de tecnologia do mundo, para o qual a Samsung apresentou robôs e TVs com tecnologia mini-LED

Os celulares chegarão ao mercado em um ano desafiador para todas as empresas do segmento de tecnologia. Apesar da rápida retomada da indústria em meio à pandemia do novo coronavírus, o segmento de celulares, que já vinha em queda, caiu mais. Segundo a consultoria Gartner, a queda foi de 8,7% de janeiro a setembro de 2020, em relação ao mesmo período no ano anterior. Foram 401 milhões de unidades vendidas para consumidores.

A Samsung reassumiu a liderança global do mercado de celulares recentemente, depois de ter perdido o posto para a chinesa Huawei em abril. Segundo análise da consultoria chinesa Counterpoint Research, que monitora o setor, a Samsung obteve 22% das vendas do setor de celulares nos meses de julho e agosto de 2020. A chinesa Huawei chegou a ter 21% da parcela global do mercado de celulares em abril, mas agora o número é de 16%. Os números consolidados do ano ainda não foram divulgados por consultorias.

Com o iPhone 12 sendo oferecido de graça em planos de operadoras nos Estados Unidos, o aparelho se tornou o mais popular do mundo com a tecnologia 5G, segundo a Counterpoint. O desafio da Samsung e outras fabricantes é tornar a compatibilidade com a rede 5G popular globalmente. Por ora, a sul-coreana tem 5G no Brasil apenas nos produtos das linhas Galaxy S e Galaxy Note. Já a Motorola, controlada pela chinesa Lenovo, conta com um Moto G compatível com 5G, e vendido a preços mais acessíveis do que aparelhos topo de linha. 

Do lado das empresas de processadores e modems para celulares, tanto Qualcomm quanto MediaTek possuem chips intermediários compatíveis com 5G, que devem chegar ao mercado ainda em 2021. Faltará, então, a definição de frequências da Anatel para o uso das ondas milimétricas, que viabilizam benefícios como maior velocidade de conexão e multiplicidade de dispositivos conectados à mesma rede.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.